TMD Friction inaugura fábrica em Salto (SP)

Nova planta de R$ 142 milhões substitui a unidade de Indaiatuba.

A TMD Friction finalmente abre as portas de sua nova fábrica, cuja inauguração está marcada para terça-feira (3), em Salto (SP). Com investimento total de R$ 145 milhões, o maior já desembolsado na região pelo grupo japonês Nisshinbo, controlador da TMD, a nova planta tem a missão de sustentar sua produção de pastilhas e lonas de freio que fornece às montadoras e também ao mercado de reposição com a marca Cobreq, substituindo as atividades da linha de produção de Indaiatuba, também no interior paulista, onde a empresa operava desde 1975.

Em sua nova casa, a TMD contará com mais espaço: são 100 mil metros quadrados de área total e 32 mil m² de área construída; a anterior contava com 18 mil m² de área construída e 82 mil m² de área total. Localizada a 15 quilômetros de distância da antiga fábrica, a nova unidade de Salto oferece ainda a possibilidade de expansão, pois está em um distrito industrial, diferente de Indaiatuba, onde a planta se encontrava em zona urbana.

“Este ano de 2017 está sendo desafiador para esta transferência em razão das dificuldades econômicas do País. Mas existe o lado positivo que é continuar almejando o crescimento de dois dígitos. Além disso, a maior capacidade instalada em Salto propiciará à TMD Friction do Brasil um melhor atendimento a seus clientes”, declara em nota o diretor geral de negócios OE da TMD, Edilson Jaquetto, que liderou o projeto da nova fábrica em Salto.

O anúncio de uma nova fábrica no Brasil foi feito pela TMD há pouco mais de três anos, em maio de 2014. A empresa iniciou as obras em junho daquele mesmo ano, mas a unidade sofreu atrasos, uma vez que no plano original a inauguração estava prevista para junho de 2015. Contudo, a TMD não desistiu da transferência, alcançando 95% das obras concluídas em janeiro deste ano.

Imagem: Reprodução/ TMD Friction Group S.A



Comentários