Governo diz que não há risco de apagão energético até 2011

Afirmação foi feita pelo ministro interino de Minas e Energia, Nelson Hubner

Fonte: Ecopress - 03/08/07

O governo federal garante que não há risco de apagão energético até 2011, mesmo com uma taxa de crescimento do PIB da ordem de 4,8% ao ano. "Até 2011 não temos, em nenhuma das áreas do país, riscos maiores do que 5%, que são os riscos que trabalhamos em termos de planejamento no Brasil", afirmou o ministro interino de Minas e Energia, Nelson Hubner."A gente tem bastante segurança com relação ao suprimento no curto prazo", assegurou.

No médio prazo, de acordo com o ministro, há inúmeras alternativas de abastecimento. A manutenção de uma matriz de energia elétrica limpa, porém, dependerá da construção de novas usinas hidrelétricas. Para isso, segundo Hubner, será preciso agilizar os processos de licenciamento ambiental de projetos hidrelétricos.

O panorama do setor foi apresentado nesta quarta-feira (1) ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a 42ª Reunião Ordinária do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), no Palácio do Planalto. O encontro foi presidido pelo ministro interino de Minas e Energia.

"Foi mostrado tudo o que está sendo feito no governo em termos de estudos de viabilidade e de inventários de novos empreendimentos, e foi discutido formas de agilizarmos todos os nossos estudos e processos de licenciamento de usinas", relatou Hubner.
"Não adianta a gente ficar culpando um órgão ou outro. Nosso grande esforço, dentro do governo, é prepararmos um conjunto de usinas, fazermos estudo de viabilidade e otimizarmos os processo de licenciamento", disse, acrecentando que "não temos, hoje, usinas hídricas licenciadas e prontas para levar a leilões".
Tópicos:
     



Comentários