SP deve atrair US$ 40 bi em novos investimentos do setor

O Estado de São Paulo deve receber potencialmente US$ 40 bilhões em investimentos diretos a partir das nove rodadas de licitações de campos de petróleo e gás natural previstas para acontecer até 2019, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O montante representa metade do investimento total previsto em todo o Brasil, de US$ 80 bilhões.

O número foi apresentado pelo diretor-geral da ANP, Décio Oddone, que esteve reunido ontem no Palácio dos Bandeirantes com o governador Geraldo Alckmin (PSDB). As áreas licitadas no litoral do Estado têm 5 bilhões em barris de óleo recuperáveis, segundo a estimativa da agência, e devem exigir a instalação de 11 unidades de produção, em mais de 170 poços.

Os royalties distribuídos ao Estado devem chegar a mais de US$ 11 bilhões, com a produção superando 1,1 milhão de barris de petróleo diários até 2027, ante cerca de 300 mil barris diários atuais. Com isso, o Estado deve se tornar o segundo maior produtor de petróleo do Brasil.

São Paulo é hoje o terceiro maior produtor de petróleo e o segundo de gás natural do Brasil. Em abril de 2017, o Estado produziu 331 mil barris de petróleo por dia, equivalente a 13% da produção nacional, e 18,7 milhões de metros cúbicos de gás natural, correspondentes a 18% da produção brasileira. O Estado possui hoje seis campos produtores. As áreas já contratadas no litoral de São Paulo têm 480 milhões de barris recuperáveis de óleo, gerando US$ 2 bilhões em investimentos diretos e US$ 1,5 bilhão em royalties distribuídos.

Neste ano serão realizadas ainda três rodadas de licitação de campos. A 14ª rodada, prevista para 27 de setembro, vai oferecer 76 blocos na bacia de Santos, dos quais 57 localizados total ou parcialmente no Estado de São Paulo. Ao todo, a rodada deve oferecer 287 blocos em nove bacias, fora do polígono do pré-sal.


Continua depois da publicidade


Também estão previstas para 2017 duas rodadas de partilha de produção, que serão realizadas em 27 de outubro, com áreas nas bacias de Campos e Santos. No litoral de São Paulo, serão oferecidas as áreas Norte de Carcará e Entorno de Sapinhoá, na segunda rodada de partilha, e a área de Peroba, na terceira rodada.




Comentários