Pilz amplia seu portfolio de automação com o scanner de segurança a laser PSENscan

Com o novo scanner de segurança a laser da Pilz até três zonas podem ser monitoradas simultaneamente de forma independente, aumentando significativamente a produtividade da planta.

A Pilz expande seu portfólio de automação com este novo grupo de produtos de scanners de segurança a laser flexíveis e configuráveis: a gama de aplicação se estende desde monitoramento de área estacionária, veículos guiados automáticos (AGV) até robô colaborativo (HRC). Quando combinado com os microcontroladores configuráveis PNOZmulti ou com os controladores no sistema de automação PSS 4000 da Pilz, você possui uma solução completa e econômica.

O mínimo esforço para a máxima segurança

O scanner de segurança a laser oferece monitoramento de área bidimensional com um grande ângulo de abertura de 275 °: então aplicações em que vários lados adjacentes de uma máquina ou AGV devem ser monitoradas podem ser implementadas com menos dispositivos, quando comparado com um scanner de 180°. Isso reduz as despesas e aumenta a relação custo-benefício da aplicação.

O PSENscan é flexível e pode ser usado em diversas aplicações porque diferentes configurações de zona podem ser armazenadas. Por exemplo, zonas de segurança e de aviso, de vários tamanhos, podem ser definidas para a instalação e modo de produção ou podem ser adaptadas para se adequarem à peça de trabalho que está sendo processada. A capacidade de se adaptar de forma simples e flexível às mais variadas condições estruturais economiza tempo e esforço durante o modo de configuração.

Scanner para maior desempenho

Até 3 zonas separadas podem ser monitoradas simultaneamente e podem ser configuradas em até 70 configurações comutáveis, consequentemente a aplicação é mais produtiva. Conexão em série de acordo com o princípio do mestre-escravo – são possíveis até quatro scanners – Reduz consideravelmente o trabalho de cabeamento e instalação.


Continua depois da publicidade


Além disso, com um campo de proteção de 3 a 5,5 metros de zona de segurança, áreas grandes podem ser cobertas com apenas um dispositivo. A zona de aviso abrange até 20 metros e permite que uma pessoa seja avisada em tempo habil, por um sinal sonoro, por exemplo, ou permite uma reação da máquina, como desaceleração, caso seja acionada. Isso protege a aplicação de paradas e ao mesmo tempo aumenta a segurança e a produtividade.

Design flexível para automação a laser segura

A ferramenta de software PSENscan Configurator é usada para configurar o PSENscan. A porta Ethernet é usada para conectar PSENscan ao computador de configuração. As zonas de segurança e de aviso, mais todas as outras configurações, podem ser feitas de forma flexível usando a ferramenta de software. O scanner de segurança a laser usa um modo teach-in para registrar obstáculos fixos em seu ambiente, que pode ser excluído das zonas de monitoramento desde o início. Isso simplifica a configuração e reduz os tempos de comissionamento.

Como a configuração completa pode ser armazenada em um módulo de memória permutável, se você precisa trocar um dispositivo, o novo scanner pode simplesmente ser equipado com o módulo de memória existente; não há necessidade de repetir a configuração.

Sensível, mas robusto ao pó

O scanner laser de segurança PSENscan foi projetado para proteção tipo IP65, mas isso não é tudo. Toda a estrutura do dispositivo foi otimizada para que os erros desencadeados por partículas de poeira sejam detectados e assim evitados. O dispositivo mostra informações de status ou mensagens de erro, como um prompt de limpeza, na tela integrada. Se qualquer pessoa ou objeto estiver dentro da zona de alerta ou zona de segurança, isso será sinalizado no visor com um destaque de cor, para que possa ser facilmente identificado a longa distância. Como resultado, o PSENscan garante alta disponibilidade.

Tópicos:



Comentários