Balanço parcial da Feimafe indica negócios fechados e público especializado

No seu quarto dia, expositores afirmaram que muitos visitantes/compradores vieram à Feira com objetivo de investimento definido para compra de equipamentos e melhoria de suas empresas.

No quarto dia de visitação da 16ª Feimafe - Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura muitos expositores já conseguiram fechar negócios e ampliar seu portfólio de contatos com potenciais novos clientes. Na avaliação de algumas marcas, muitos visitantes/compradores, que são os próprios proprietários ou executivos com poder de decisão, vieram à Feimafe com objetivo definido de investimento em compras de equipamentos para sua empresa.
 
“Nós viemos à Feimafe acreditando na retomada dos investimentos por parte dos empresários e já constatamos que isso está se concretizando”, afirma Reinaldo Bonilha, gerente geral da Hans Laser. Essa movimentação para realizar negócios já durante a Feira se deve em grande parte ao perfil do público presente. Para Andreia Cavalli, gerente comercial Latino America da 3D Systems, os visitantes estão vindo para buscar soluções para sua empresa. “Fechamos bons contatos na Feimafe que esperamos que se concretizem em novos negócios”.
 
“A Feimafe surpreendeu bastante. Batemos e superamos as nossas metas durante o evento”, adiantou Renato Billa, analista de Marketing Lincoln Eletric. Segundo ele, a Rota da Inovação foi “sensacional” e trouxe muita gente para o estande. De acordo com Eduardo Trevisan, gerente geral da Deb'Maq não houve “curiosos”, mas clientes focados em negócios, seja para compra imediata ou para projetos futuros. “A Deb'Maq também pôde fechar mais negócios do que na MECÂNICA 2016, algo como 20% a mais. Sentimos um otimismo mais evidente”.




Comentários