Capacitação de coaches da Worldskills tem patrocínio da Sandvik Coromant

Agregar mais conhecimento a quem irá formar as futuras gerações da indústria é estratégico para o maior evento de educação profissional do mundo.


Continua depois da publicidade


De 29 de maio a 09 de junho, no Centro Tecnológico da Romi em Santa Bárbara d’Oeste/SP, acontece, pela primeira vez, treinamento intensivo e exclusivo para 26 experts de usinagem de mais de 10 países da América Latina, membros da WorldSkills Américas e WorldSkills Internacional.

Aprimorar a competência dos experts e por consequencia o desempenho dos países no ranking das competições foi uma das principais motivações que levou o SENAI a idealizar e promover esse evento,— não apenas pelo fato de o SENAI ser membro desde 1981 da WorldSkills, mas sobretudo em virtude da ótima reputação e reconhecimento construídos ao longo dessa trajetória.

Sob as batutas de Rafael Lucchesi, Diretor Geral do SENAI e presidente da WorldSkills Américas, e Roberto Spada, CEO da WorldSkills Américas, mais o apoio das duas únicas empresas patrocinadoras, Sandvik Coromant e Romi, foram organizados dois módulos, um de torneamento e outro de fresamento, com duração de 40 horas cada. 

A programação vai além dos assuntos técnicos da usinagem a CNC, parte teórica e prática em Tornos e Centros de Usinagem, e abrange tópicos como preparação psicológica, emocional dos instrutores e afins. Para Spada, tal iniciativa inédita terá um alcance maior: “[Esse evento] permitirá não só a melhor performance dos seus alunos nas Competições, como também disseminará esses conhecimentos nos processos de Formação Profissional, em seus respectivos países”.

Ainda segundo o CEO, a escolha de São Paulo/Brasil como sede da capacitação desses instrutores e dos patrocinadores baseou-se tanto no domínio tecnológico e do processo dos profissionais da Sandvik Coromant e da Romi, quanto no histórico de participação, envolvimento e experiência de 30 anos de apoio técnico dessas companhias às Competições (Estaduais, Nacionais, das Américas e Mundiais) e de assistência aos alunos do SENAI/Brasil, que proporcionou a conquista de medalhas nas Competições das Américas e Mundiais. 


Continua depois da publicidade


Claudio Camacho, vice-presidente de vendas da Sandvik Coromant para Américas do Sul e Central, comenta: “Para nós, é um grande privilégio fazer parte desse grande projeto, pois estaremos contribuindo para um aumento da competitividade desse grupo tão seleto de experts em usinagem. A Sandvik Coromant aposta que esta é a melhor maneira de manter nossos profissionais no ranking de melhores do mundo, divulgando ainda mais nossa imagem de excelência nessa área”.

Fábio Ferracioli, gerente de marketing da Sandvik Coromant para América Latina, ressalta:
“Sentimos muita honra de o Brasil poder ser o berço de preparação desses especialistas que irão repassar para os países da América Latina conhecimento e know-how em usinagem. Isso fortalece ainda mais o nosso comprometimento com o ensino técnico e o desenvolvimento das futuras gerações da indústria”.

Spada acredita que a multiplicação dos conhecimentos tecnológicos que serão compartilhados pelos especialistas da Sandvik Coromant e da Romi, bem como pelos Instrutores do SENAI/Brasil, abrirá portas para um grande salto qualitativo em todo o processo de formação profissional nos demais países membros da WorldSkills Américas.

Tópicos:



Comentários