BNDES registra lucro líquido de R$ 373 milhões no 1º tri de 2017

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro líquido de R$ 373 milhões no primeiro trimestre de 2017. O resultado das participações societárias, que passaram de perda líquida de R$ 22 milhões no primeiro trimestre de 2016 para ganho líquido de R$ 1,1 bilhão, influenciou positivamente o balanço. A recuperação do mercado acionário levou à redução nas provisões para perdas em investimentos (impairment) e proporcionou ganhos nas operações com a venda de ações, que cresceram 127,7%. 

Na carteira de crédito e repasses, que alcançou R$ 592,7 bilhões, 96,2% das operações estavam classificadas entre os níveis de AA e C, considerados de baixo risco, em fins de março de 2017. Adicionalmente, a inadimplência nas operações em geral, está em níveis mais baixos. O atraso superior a 30 dias nas operações do banco recuou de 2,81% da carteira em 31/12/16 para 2,13% em 31/03/17. 

A queda no nível de atividade econômica nos últimos meses, no entanto, levou à deterioração de alguns créditos nas operações diretas e à revisão de ratings atribuídos a determinados grupos econômicos. Houve aumento significativo no rating H, o que exige 100% da provisão. Considerando estes fatos, o BNDES decidiu constituir provisão complementar para devedores duvidosos, ou seja, em volume superior ao mínimo exigido pelo Banco Central em R$ 1,8 bilhão, reforçando a postura cautelosa do BNDES na administração de sua carteira de crédito. 

Consequentemente, houve despesa maior com provisão para risco de crédito, que passou de R$ 871 milhões no primeiro trimestre de 2016 para R$ 3,3 bilhões no mesmo trimestre de 2017. Este maior volume de provisionamento resultou em lucro líquido de R$ 373 milhões, com queda de 76,6% em relação ao primeiro trimestre de 2016, quando o Banco apurou lucro líquido de R$ 1,6 bilhão. 


Continua depois da publicidade


Limites prudenciais

O patrimônio líquido do Sistema BNDES fechou em R$ 55,6 bilhões em março de 2017, praticamente sem variação em relação a dezembro de 2016. O patrimônio de referência (que determina a capacidade de financiamento) também ficou quase estável, em R$ 135,9 bilhões. Apesar dessa estabilidade, a queda dos ativos ponderados por risco contribuiu para a elevação do índice de Basileia, de 21,7% para 22,9%, acima dos 10,5% exigidos pelo Banco Central. 

Participação da BNDESPAR– Braço de participações do BNDES, a BNDESPAR registrou lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre de 2017, revertendo o prejuízo de R$ 1,8 bilhão registrado no mesmo trimestre de 2016, impulsionada pelo crescimento de R$ 4,4 bilhões do resultado com participações societárias. 

O crescimento do resultado com participações societárias foi impactado principalmente por uma despesa menor com provisão para perdas em investimentos e pelo aumento do resultado com alienações (vendas de ações), que proporcionou R$ 1,1 bilhão no primeiro trimestre de 2017. 

Os resultados positivos com vendas de ações da Petrobras e da Rumo Logística Operadora Multimodal foram responsáveis por 95,2% do resultado com alienações no período de janeiro a março de 2017. 

Relato Integrado

Buscando ampliar a transparência de suas ações, o BNDES antecipa a publicação de seu Relatório Anual, historicamente lançado no mês de junho. A peça segue o modelo do relato integrado, paradigma internacional criado por uma aliança internacional chamada International Integrate Reporting Council (IIRC). Esse modelo, que vem sendo gradualmente adotado pelo Banco desde 2012, segue exigência da nova Lei das Estatais. O relatório também dá continuidade ao uso dos indicadores de sustentabilidade do Global Reporting Initiative (GRI), passando a reportar 54 indicadores, mais que o dobro dos anos anteriores. 

Em um ano de mudança de gestão, a publicação retrata a transição pela qual o BNDES vem passando, com destaque para as novas seções Desafios e Faz diferença na sua vida, a última com exemplo de projetos com resultados mais significativos em 2016. Nosso relato procura atender de forma simples e direta todos os públicos interessados em nossa atuação e servir de porta de entrada para aqueles que buscam conhecer como o BNDES gera valor para a sociedade. 

As demonstrações financeiras consolidadas do BNDES para o trimestre encerrado em 31/03/17 estão disponíveis no site do Banco.

Tópicos:
     



Comentários