Empresas de médio porte inovaram mais que as pequenas

Fonte: Gazeta Mercantil - 31/07/07
 
As empresas industriais de médio porte (100 a 499 empregados) tiveram os aumentos mais significativos nas taxas de inovação entre os dois triênios (2001-2003 e 2003-2005). As taxas continuaram crescentes, segundo o tamanho das empresas, variando, no caso da taxa de inovação geral, de 28,9% para as de 10 a 49 empregados, a 79,2% (500 pessoas ou mais). A correlação entre tamanho e taxa de inovação, tão elevada nas empresas industriais, mostrou-se ligeiramente inferior nas de telecomunicações e informática, não sendo observada nas empresas de Pesquisa e Desenvolvimento.

Por outro lado, as empresas de menor porte (10 a 49 empregados), segmento que mais influi na média nacional por representar 79,4% do universo pesquisado, marcaram forte presença no conjunto de atividades que se retraíram, e contribuíram para que a taxa de inovação da indústria nos dois triênios, 33,3% e 33,4%, respectivamente, ficasse praticamente no mesmo patamar.

Os motivos alegados para não investir foram os custos elevados e as condições de mercado. À exceção das empresas deste segmento, houve crescimento das taxas de inovação em todas as outras faixas de tamanho, e uma elevação generalizada das taxas de inovação de produtos e de processos novos para o mercado.
Tópicos:



Comentários