Hyundai anuncia investimento de US$ 155 milhões no Brasil

Maior parte do aporte, US$ 130 milhões será aplicado na nacionalização do Creta.

Após seu primeiro investimento de US$ 700 milhões no Brasil para construir uma fábrica inaugurada no fim de 2012 em Piracicaba (SP) a Hyundai anuncia mais um aporte no País, desta vez de US$ 155 milhões. O anúncio foi feito pelo presidente da Hyundai Motor do Brasil, William Lee, ao presidente Michel Temer durante uma reunião em Brasília na terça-feira (27). As informações são do site do Planalto.

Segundo Lee, deste total, US$ 130 milhões estão sendo aplicados na planta de Piracicaba, onde é feito o HB20 e onde também será produzido o Creta, segundo modelo a entrar na linha de montagem do interior paulista. Com o reforço, a unidade aumentou a capacidade produtiva anual de 180 mil para 190 mil unidades – 10 mil a mais por ano. 

O executivo confirmou que o lançamento do SUV será em novembro próximo, durante o Salão do Automóvel de São Paulo. A produção local do modelo foi confirmada pela companhia neste mês.

O presidente da Hyundai destacou ainda que os demais US$ 25 milhões serão destinados à construção de um novo centro de pesquisa dentro do complexo industrial de Piracicaba, com foco na área de motores dedicados ao mercado brasileiro. Atualmente a Hyundai importa o motor do HB20: 

“Faz quatro anos que estou aqui no Brasil. Desde então, vejo que o País tem uma grande capacidade de se desenvolver. Sei que está passando por um momento difícil, mas acho que, ano que vem, o Brasil terá um grande momento e, por isso, o investimento crescerá aqui”, afirmou Lee. “Nós não investimos apenas em carros, mas também importamos o aço bruto brasileiro. Considero o Brasil um país estratégico para a Hyundai”, completou dizendo que a empresa pretende continuar investindo no País. 

Em Piracicaba há seis anos, a Hyundai gerou cerca de 5 mil empregos diretos e 20 mil indiretos na cidade. Presente em 200 países, a Hyundai mantém fábrica apenas em sete deles, tendo sido o Brasil o último a recebê-la. 

Tópicos:



Comentários