Volkswagen aposta em segurança cibernética

Montadora e especialistas israelenses criam empresa dedicada ao tema.

A possibilidade de aumento da vulnerabilidade dos automóveis a ataques cibernéticos levou a Volkswagen e três especialistas israelenses a criar em conjunto a empresa de segurança Cymotive Technologies. A companhia irá desenvolver soluções para proteger sistemas e informações em carros conectados, necessidade crescente da indústria automotiva.

A montadora recorda que os automóveis modernos permitem a utilização de vários recursos, mas esse aumento de interatividade e de interfaces traz também maior risco de invasão por hackers e possibilidade de acidentes. Diante disso, a iniciativa pretende impedir que criminosos comandem funcionalidades ou até mesmo assumam o controle de um carro à distância.

Durante a assinatura do acordo, o chefe de desenvolvimento de recursos elétricos e eletrônicos da VW, Volkmar Tanneberger, afirmou: “Os carros estão cada vez mais integrados à internet e por isso precisamos expandir nossos conhecimentos em segurança nesse campo para enfrentar os desafios da próxima década. A Cymotive Technologies é um investimento de longo prazo para tornar mais seguros os veículos e o ambiente à sua volta.”


Continua depois da publicidade


A nova companhia tem escritório em Tel Aviv e deve contar com estrutura na sede da Volkswagen na Alemanha, em Wolfsburg. Ao firmar parceria com empresas israelenses, a montadora ganha bons aliados para trabalhar em cibersegurança, já que o tema é uma das prioridades para as jovens e inovadoras empresas do país. 

Não é só a Volkswagen que concentra esforços em melhorar a segurança digital de seus carros. Recentemente a FCA - Fiat Chrysler Automobiles – anunciou que pagaria recompensas a hackers capazes de detectar falhas e fragilidade nos sistemas de seus carros. A medida foi inspirada na Tesla, fabricante de veículos elétricos que usa a mesma política.




Comentários