Ficosa dobra capacidade com nova fábrica no Brasil

Unidade de Jandira substitui a de Barueri e amplia sinergia com a Panasonic.

A Ficosa dobra sua capacidade produtiva no Brasil com a inauguração de uma nova fábrica localizada em Jandira, região metropolitana de São Paulo, para a produção de retrovisores, sistemas de controle e comandos, sistemas de lavagem de para-brisa e outros sistemas eletrônicos para veículos. Mais moderna, a unidade substituirá as operações da primeira planta da empresa no País, em Barueri, a dois quilômetros de Jandira, também na região metropolitana da capital paulista. Com a nova unidade, instalada em uma área total de 13 mil metros quadrados, a companhia eleva sua capacidade para 4 milhões de retrovisores por ano, além de 3 milhões de sistemas de controle e comandos.

Equipada com novo maquinário, o que permitiu a ampliação de sua eficiência produtiva no País, a Ficosa conta ainda, além das linhas de montagem, com um centro de pesquisa e desenvolvimento (P&D) na unidade de Jandira, dedicado às soluções voltadas para a região do Mercosul. Todos os 273 trabalhadores também foram transferidos para o novo local.

“A nova fábrica de Jandira não apenas aumenta a competitividade da Ficosa em um mercado importante como o Brasil, como também supõe um movimento estratégico que fortalece nossa presença no Mercosul, uma vez que este centro se estabelece como a base das operações do grupo para esta região”, declarou o CEO da Ficosa no Brasil, José María Serra. 


Continua depois da publicidade


Segundo o executivo, a nova fábrica também reforçará a parceria com a Panasonic: “Esta fábrica impulsionará as sinergias da aliança entre a Ficosa e a Panasonic ao estabelecer as bases para produzir neste País as soluções tecnológicas geradas pelo acordo entre ambas empresas”, completou.

A fábrica de Jandira terá o apoio das unidades da Panasonic de Manaus (AM), especializada em eletrônica, e da de Extrema (MG). “Ambas as empresas valorizam uma presença conjunta na Argentina. Tudo isso, proporcionará à Ficosa uma cobertura integral dos clientes do Mercosul, fortalecendo assim o seu posicionamento tanto em produção quanto em criação de novos processos no âmbito da eletrônica, dando o apoio necessário aos clientes à medida que o mercado introduzir mais produtos tecnológicos”, acrescentou Serra.

No Brasil desde 1996, a Ficosa, de origem espanhola, instalou sua primeira fábrica em São Paulo, estabelecendo o Brasil como base de suas operações para a região do Mercosul. Em 2007, transferiu a unidade para Barueri, com o objetivo de contar com instalações de maiores dimensões. Entre os principais clientes no Brasil estão Audi, Citroën, Fiat, Ford, General Motors, Nissan, Peugeot, Renault, Toyota e Volkswagen.




Comentários