Trumpf participa com destaque da Feira na Mecânica 2016

Empresa esteve na Área de Inovação e participou de palestra sobre Indústria 4.0.

A Trumpf, líder mundial em alta tecnologia para o corte e o processamento de chapas metálicas, teve uma participação positiva na feira, marcou presença mais uma vez na 31ª edição da Mecânica - Feira Internacional da Mecânica, realizada entre os dias 17 e 21 de maio, em São Paulo. A empresa alemã levou à Mecânica suas novidades em puncionadeiras, dobra, ferramentas portáteis e cortes a laser.

Quem visitou o estande da empresa pode ver um conjunto de esculturas de aço cortadas a laser alusivas a 12 esportes olímpicos, entre eles, ginástica, natação, basquete, vôlei, tênis, remo, judô e atletismo. As esculturas reproduzem atletas em movimento, medem aproximadamente 50 cm de altura e foram cortadas em aço inoxidável com 1,5 mm de espessura, com a TruLaser 5030 fiber de 8 kW. O projeto foi desenvolvido pela equipe de engenharia da Trumpf do Brasil.

Para o diretor-presidente da Trumpf do Brasil, João Carlos Visetti, a presença da empresa na Mecânica foi muito boa, com visitantes bem qualificados e interessados nas novidades. "Não estava preparado fisicamente para tanto", comenta Visetti. Inclusive, o processo de venda da TruLaser 5030 fiber de 8 kW foi concluído na Feira e apontou que o mercado já demonstra estar mais confiante para a indústria.


Continua depois da publicidade


Área de Inovação: o ponto certo da Indústria 4.0

Neste ano, a Trumpf esteve localizada na Área de Inovação, um novo espaço criado na feira para fornecer acesso às tecnologias de ponta em diversos setores da indústria, de forma simplificada e fácil. Para Visetti, a Área de Inovação foi uma grande ideia dos organizadores pois rendeu destaque a quem estava lá e pode demonstrar com maior facilidade todas as inovações que a indústria apresenta.

Entre elas, a Indústria 4.0 foi um dos temas do círculo de palestras gratuitas que aconteceu na feira. O diretor-presidente da TRUMPF do Brasil foi um dos palestrantes e apresentou a solução AXOOM, a nova plataforma de negócios digitais que utiliza módulos customizados ao longo da cadeia de valor para ajudar a otimizar o caminho rumo à Indústria 4.0. Criada para entender os prós e os contras da produção, a AXOOM conhece muito bem a complexidade de processos enfrentados por empresas de pequeno e médio porte. Com base nesta experiência prática e know-how, a AXOOM desenvolveu uma plataforma para otimizar os processos de produção.

Segundo o Visetti, a palestra atraiu muitos visitantes interessados no conceito, porém esclarece que os processos no Brasil ainda são instáveis é preciso realizar uma revolução em chão de fábrica. "Ainda vamos demorar um pouco para implantar esse tipo de plataforma na indústria de forma homogênea. As pessoas precisam primeiro entender o que é a Indústria 4.0 para introduzir soluções como a AXOOM, por exemplo", explica.

Tópicos:



Comentários