Energia eólica deve quase dobrar capacidade global em 5 anos, diz associação

Segundo o Conselho Global de Energia Eólica a potência instalada em energia eólica aumentou 17%, em 2015 em relação ao ano anterior.

A capacidade de energia eólica global deverá praticamente dobrar nos próximos cinco anos, liderada amplamente pelo crescimento no mercado da China, mas também por um setor mais forte nos Estados Unidos, disse nesta terça-feira (19) o Conselho Global de Energia Eólica (GWEC, na sigla em inglês).

Em relatório anual sobre o status da indústria de energia eólica global, o GWEC disse que a potência instalada em energia eólica alcançou 433 gigawatts no fim de 2015, um aumento de 17% ante o ano anterior.

O número deve quase dobrar para cerca de 792 gigawatts até o fim de 2020, com os países desenvolvendo mais energias renováveis para cumprir metas de redução nas emissões de carbono, os preços em contínua queda e a estabilização das políticas para apoiar a fonte nos Estados Unidos, disse a associação do setor.

A capacidade das usinas de energia eólica concluídas ao longo de 2015 alcançou 63 gigawatts, um aumento de 22% ante o ano anterior. Só a China instalou quase metade desta nova capacidade, com 30,8 gigawatts.




Comentários