Schmersal projeta crescimento de 8% para 2016

A alemã Schmersal, desenvolvedora de sistemas de segurança para máquinas e equipamentos industriais, encerrou 2015 com um crescimento de 1,3% em seus negócios. Na comparação com o desempenho da indústria em geral diante do cenário de crise econômica, o resultado é positivo. Isso porque o setor apresentou redução de 8,3%, visto que segmentos críticos para o mercado da empresa, como Bens de Capital e Bens de Consumo Duráveis, recuaram 25,5% e 18,7%, respectivamente.

Para 2016, a companhia espera atingir a marca de 8% de expansão. "Em um cenário estável, ou seja, de crescimento, mesmo que moderado, do PIB, acreditamos que teríamos superado a meta de 10% de crescimento. A situação este ano não deve ser melhor, sendo esperada uma reversão da tendência de queda apenas no último trimestre, se ocorrer", comenta Rogério Baldauf, diretor-superintendente da Schmersal.

Mesmo diante de um cenário pessimista para o setor industrial, a empresa contou com um crescimento de 50% em sua atuação na América Latina no último ano, além de um aumento de 100% na linha alimentícia - com produtos de categoria higiênica.

Nas exportações, o resultado ficou acima do previsto. A participação dos produtos vendidos para o mercado externo ficou na faixa de 13% em 2015, enquanto que, no mesmo período de 2014, foi de 9,9%. "Os números mencionados anteriormente mostram que, mesmo em uma situação econômica difícil, existem oportunidades e que soubemos aproveitá-las para apresentar um resultado ainda positivo", destaca Baldauf.

Para driblar a recessão que alarma a indústria no país, a Schmersal prevê ainda investimentos na fábrica, máquinas e softwares já em execução, além de diversos lançamentos na área lógica (controle) e produtos para áreas classificadas.




Comentários