Siemens e Autodesk fecham acordo para aumentar a interoperabilidade de software

Parceria tem como objetivo reduzir os custos para os fabricantes e facilitar o compartilhamento de dados.

A Siemens e a Autodesk anunciaram, na ultima quarta-feira (2), um acordo de interoperabilidade para reduzir os custos do setor de manufatura. Como parte dessa parceria, a unidade de negócios Siemens PLM Software e a Autodesk tomarão medidas para aumentar significativamente a interoperabilidade entre suas ofertas de software. O acordo reúne dois líderes na área de software de CAD (computer-aided design) com o objetivo de facilitar o compartilhamento de dados e a redução de custos em organizações com vários ambientes de CAD. 

Os fabricantes enfrentam atualmente grande pressão para oferecer ao mercado produtos de alta qualidade, de forma mais rápida, com maior eficiência e custos mais baixos. Muitas dessas companhias operam em ambientes que incluem soluções de diferentes fabricantes de software CAD. A interoperabilidade desponta como questão crítica para os usuários de programas de projetos e engenharia de software. Pelos termos do acordo, as empresas compartilharão suas ferramentas de desenvolvimento e aplicativos para usuários finais a fim de criar e divulgar produtos compatíveis. 

“A incompatibilidade entre vários sistemas de CAD tem sido uma questão que afeta os fabricantes em todo o mundo e tem impacto nos preços dos produtos, de carros e aviões a smartphones e tacos de golfe”, afirma Stefan Jockusch, vice-presidente de estratégia da Siemens PLM Software. “A Siemens está na linha de frente para resolver esse problema, com ampla variedade de ofertas de software aberto que significativamente aprimoram a interoperabilidade. Essa parceria é outro importante passo em nossa busca por promover padrões abertos e interoperabilidade, e para ajudar a reduzir os custos para a indústria de manufatura global.”


Continua depois da publicidade


“A interoperabilidade é um grande desafio para os clientes na área de manufatura, e a Autodesk tem trabalhado com afinco para criar e ampliar um ambiente aberto para nossas plataformas tecnológicas”, afirma Lisa Campbell, vice-presidente de estratégia de manufatura e marketing da Autodesk. 




Comentários