Bridgestone é ampliada em Camaçari

O Centro de Distribuição deve gerar 270 novos empregos, com investimento de R$ 262 milhões.

A fábrica de pneus Bridgestone vai ampliar sua unidade de Camaçari e criar um Centro de Distribuição que deverá gerar 270 novos empregos, com investimento de R$ 262 milhões,  sendo R$ 252 milhões no incremento da produção de mais 2,5 mil unidades por dia, e R$ 10 milhões na construção de um Centro de Distribuição.

O protocolo foi assinado ontem entre o governador Rui Costa e o presidente da companhia Fábio Fossen, na Governadoria. Participaram ainda do evento o diretor financeiro da Bridgestone, Maurício Crestincov, e os secretários de Estado Manoel Vitório, da Fazenda, e Jorge Hereda, do Desenvolvimento Econômico.

Um segundo protocolo também foi assinado, objetivando garantir a aplicação do programa Primeiro Estágio, que gera o primeiro emprego para jovens egressos do segundo grau. Na oportunidade, o governador acentuou que “não existe qualquer tipo de pressão sobre a iniciativa privada para concordar com esse programa e a adesão da Bridgestone será para que ela gere esses empregos com o seu formato.”

Porém, Rui Costa destaca que o governo faz questão, no programa, de que o critério para a absorção da mão de obra seja baseado na meritocracia, ou seja, “ninguém indica ninguém. Os jovens conquistarão o trabalho através dos méritos adquiridos ao longo dos três anos de estudo no segundo grau”.
 
Educação

Rui Costa disse ainda que o objetivo do seu governo, entre outros, é o de fazer valer cada vez o mérito com base na educação e “com isso, estamos na luta para elevar cada vez mais os indicadores educacionais da Bahia”.

Ao lado do incentivo ao emprego via estudo, o governador informou ainda que tem trabalhado para facilitar cada vez mais o acesso às áreas industriais da Região Metropolitana de Salvador e anunciou que levará o VLT, por exemplo, até Camaçari e Simões Filho, bem como melhorará as rodovias, “tudo para reduzir atrasos e dar conforto e segurança ao transporte dos trabalhadores.”


Continua depois da publicidade


Já a diretoria da Bridgestone, através do seu presidente, Fábio Fossen, disse “assinar em baixo” de tudo que o governador disse elogiou a produtividade da mão de obra na Bahia, anunciando que pretende aumentar dos atuais 8.100 para até 10 mil pneus/dia a sua produção em Camaçari, distribuídos para todo o País e fabricados na mais moderna fábrica do gênero na América Latina e uma das cinco mais modernas do mundo no setor.

Sobre a influência da crise nos ânimos da indústria, a diretoria da Bridgestone disse que em nada vem afetando a sua produção “e continuamos em plena produção em Camaçari, em ritmo de três turnos de trabalho e tentando aumentar ainda mais, com previsão de fabricarmos até 18 mil pneus dias em futuro próximo.”




Comentários