Vestas inaugura fábrica no Brasil com investimento de R$ 100 milhões

Unidade vai gerar mais de 500 empregos e fabricar equipamento eleito como a melhor turbina eólica de 2015 na categoria até 2.9MW, a V110-2.0 MW.

Com a presença do governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, a Vestas, única empresa do mundo dedicada exclusivamente a energia eólica e líder do setor, inaugurou ontem (18) fábrica no Brasil, na cidade de Aquiraz (CE). A unidade produzirá hubs e nacelles V110-2.0MW e V110-2.2MW, sendo a primeira eleita pela revista inglesa Windpower Monthly como a melhor turbina eólica de 2015 em sua categoria. A nova fábrica vai gerar mais de 500 postos de trabalho diretos e indiretos.

Além de atender aos clientes brasileiros, a expectativa da Vestas é que a produção da unidade de Aquiraz possa fornecer equipamentos também para outros países da América Latina. De origem dinamarquesa, a Vestas atua no Brasil desde 2000, onde já possui 364 turbinas instaladas, o que representa uma capacidade total para gerar 713 MW de energia. Além disso, a companhia já tem 376 MW em contratos firmes, a serem entregues com unidades produzidas nesta fábrica.

A nova fábrica da Vestas no Brasil ocupa uma área total de 20 mil metros quadrados, conta com um centro de estoque e distribuição e também com uma unidade para capacitação de pessoas, onde profissionais do Brasil e de países vizinhos passarão por cursos e treinamentos. Atualmente, a empresa opera e mantém 13 parques eólicos no país, como o da cidade de Xangri-lá (RS), que produz energia para a fábrica de automóveis da Honda, localizada em Sumaré (SP).


Continua depois da publicidade


“Com um dos melhores ventos do mundo, o Brasil é uma das grandes apostas da Vestas para os próximos anos. Aqui, o mercado de energia eólica tem um grande potencial de expansão. O plano de investimentos que acabamos de executar reforça nosso compromisso com o desenvolvimento do mercado de energia limpa no país”, destaca Rogério Zampronha, presidente da Vestas no Brasil.

Com uma carteira sólida no Brasil, a Vestas obteve, no mês passado, certificado Finame de conteúdo local do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, o que confere aos compradores da companhia condições especiais junto ao banco de fomento. Para isso, a companhia articulou a criação de uma rede de fornecedores brasileiros para atender ao índice de nacionalização acima de 60% dos componentes que integram as turbinas eólicas.

A Vestas firmou parceria com as nacionais Aeris, produtora de pás eólicas e a ABB, responsável pela fabricação de geradores. “As parcerias com as empresas brasileiras reforçam o desenvolvimento da cadeia produtiva local e demonstram nossa confiança neste mercado”, finaliza Zampronha.




Comentários