Trumpf registra forte aumento em seus resultados

Fabricante de máquinas com tecnologia laser divulga alta de mais de 43% balanço do ano fiscal 2014/2015 e apresenta nova plataforma de negócios.

O Grupo Trumpf apresentou bons resultados no encerramento de seu ano fiscal, que terminou em 30 de junho. No período de 2014/15, a empresa ampliou seus resultados em 43,8%, com valores que chegam a € 357 milhões o que representa uma margem operacional líquida de 13,1%. 

Este crescimento deve-se, em parte, ao efeito favorável da venda da divisão de Tecnologia Médica, realizado em 1 de agosto de 2014, o que impactou o resultado do ano fiscal em € 72 milhões. O balanço ajustado sem este adicional apresenta margem operacional líquida de 10,5% ante 9,6% no ano fiscal anterior. 

A Trumpf também impulsionou suas vendas significativamente. Apesar de não contar mais com a divisão de Tecnologia Médica, as vendas consolidadas aumentaram em relação ao ano anterior em 5%, alcançando € 2,72 bilhões. Em uma comparação anual ajustada, considerando a venda da divisão de Tecnologia Médica, as receitas aumentaram 12,6%. 
A distribuição regional de vendas também apresentou mudança. A Alemanha continua sendo o maior mercado, mas começa a apresentar uma tendência ligeiramente decrescente. A China tornou-se o maior mercado externo da Trumpf , ocupando o posto dos Estados Unidos, agora na terceira colocação. O Grupo registrou bons ganhos também na Europa Ocidental, especialmente na França e na Itália. 

"A nossa estratégia de crescimento através da inovação, diversificação regional e aquisições direcionadas ao nosso core business tem sido um sucesso", afirmou a presidente da Trumpf, Nicola Leibinger-Kammüller. O total de colaboradores até o fim do mês de junho permaneceu no mesmo nível do ano anterior, chegando a quase 11 mil. A proporção de investimento em pesquisa e desenvolvimento em relação às vendas situou-se em 9,8%. 


Continua depois da publicidade


A presidente da Trumpf mantém um tom "cautelosamente otimista" com relação ao ano fiscal iniciado em 1 de julho de 2015. Segundo ela, as várias incertezas geopolíticas e a desaceleração do crescimento na China tornam as "vagas" previsões quanto ao cenário internacional. Mas ela espera que o nível de atividade do ano fiscal 2014/2015 possa ser mantido, com o crescimento deum dígito em todo o Grupo. 

AXOOM, o futuro da indústria na era 4.0 

Pela primeira vez, a Trumpf revelou seus planos para a Indústria 4.0, conceito que aponta a era das fábricas inteligentes. "Não vamos deixar a fábrica inteligente nas mãos de terceiros; vamos, sim, concentrar a conectividade da produção em nossas próprias mãos", disse a presidente da Trumpf. Ela se refere à nova empresa do Grupo: a AXOOM GmbH, fundada na cidade de Karlsruhe (Alemanha), que emprega, atualmente, 22 funcionários.  

A AXOOM está desenvolvendo um sistema operacional com aplicativos pré-instalados para o mundo da produção. A plataforma, aberta e amigável, permite o transporte confiável de dados, bem como seu armazenamento e análise. Ao mesmo tempo, oferece módulos de solução para um excelente processamento das ordens de pedidos dentro de uma operação de produção. "Com a AXOOM estamos estabelecendo um novo modelo de negócio. Nós estamos oferecendo a todas as empresas a possibilidade de organizar os processos de produção industrial em um único sistema, por si mesmos",explica Nicola Leibinger-Kammüller. 

Assim, pela primeira vez, a Trumpf será fornecedora de um sistema operacional. "Nossa principal vantagem é que temos a base da máquina já em vigor. Nós somos um fornecedor de software que realmente conhece o mercado", salienta a presidente do Grupo. 




Comentários