Bracen passa a equipar seus tornos com o CNC Proteo

Empresa gaúcha produz três modelos dos tornos automáticos CNC Centaurus.

A Bracen, fabricante de máquinas com sede em Gravataí (RS), lançou recentemente versões de seus tornos automáticos Centaurus equipados com o CNC Proteo, da Kollmorgen MCS. Até então as máquinas estavam disponíveis apenas com os CNC produzidos pela própria Bracen (que adquiriu a tecnologia da Digicon), também batizados de Centaurus.

Luiz Eduardo Braga, engenheiro da Bracen, conta que no final de 2013 a empresa decidiu promover uma evolução mais profunda e contatou a Kollmorgen MCS para juntas desenvolverem um novo modelo de CNC específico para tornos automáticos. O trabalho resultou no projeto de um novo software da Kollmorgen MCS para equipar as máquina de 6 eixos, além do eixo-árvore.

“As engenharias da Kollmorgen MCS e da Bracen desenvolveram em conjunto funções que deixaram a máquina muito versátil e fácil de se operar”, explica Braga. O novo CNC possui tela colorida de 6,5" e até 18 softkeys. Com isso, o operador pode visualizar operações de todos eixos em uma única tela e executar operações de maneira rápida.” Os servomotores de até 3,55 Nm com rotações de até 6 mil rpm, da Kollmorgen MCS, deixaram a máquina ainda mais rápida, que resultou em um bom aumento de produtividade”.

Estamos passando por um momento de retração econômica, mas percebemos que alguns setores começaram a esboçar uma retomada da produção, principalmente no setor de exportação. Esta retração econômica vai passar, assim como todas anteriores, e queremos estar prontos para atender a nossos clientes com novas máquinas, com soluções que possibilitem o aumento da sua produtividade.

A Bracen iniciou suas atividades em 2001, atuando a princípio no mercado de retrofitting de tornos automáticos. Em 2008, decidiu desenvolver seu próprio modelo de torno automático. Atualmente produz três modelos: o Centaurus 25.2, o 42.2 e o 60.2, com passagem de barras redondas de 25, 42 e 60 mm, respectivamente (sextavadas de 22, 36 e 52 mm e quadradas de 18, 29 e 42 mm). Segundo Braga, as máquinas combinam a robustez mecânica e as ferramentas múltiplas dos tradicionais tornos automáticos com a versatilidade dos modernos CNC.




Comentários