Poli-USP passa a oferecer mestrado voltado ao Inovar-Auto

Curso é o primeiro de pós-graduação strictu sensu dedicado ao setor no Brasil.

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) volta a oferecer mestrado profissional em engenharia automotiva. O curso, que já foi oferecido entre os anos 2000 e 2010, retorna com novidades: o foco agora está em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Com isso a instituição quer atender a necessidade do Inovar-Auto de aumentar esforços nesta área. 

O regime automotivo também poderá servir como fonte de financiamento para a pesquisa do curso. Para entrar no processo seletivo, o candidato precisa ser formado em engenharia e atuar no setor automotivo. Será necessário propor um projeto de pesquisa patrocinado pela empresa em que o profissional trabalha. A ideia é que a pesquisa possa ser contemplada pelas regras do Inovar-Auto, que estimula investimentos em pesquisa e desenvolvimento tecnológico, incluindo a etapa da pesquisa, a execução do projeta e a capacitação dos profissionais envolvidos. 

No novo formato o curso teve o número de disciplinas reduzido de 10 para seis. Com isso, ficará maior a cargo horária dedicada ao projeto. “A proposta é que o aluno realize pesquisa que resulte em solução para um desafio tecnológico ou problema real de sua empresa, contribuindo para o aumento de conhecimento e competitividade da organização”, aponta o professor Ronaldo de Breyne Salvagni, coordenador do mestrado. Segundo ele, com este formato o orientador passa a ter também o papel de consultor para o desafio que o profissional enfrenta na empresa. 


Continua depois da publicidade


O curso pretende capacitar pessoas para fomentar e liderar os processos de desenvolvimento tecnológico e inovação no setor automotivo. As inscrições para a turma 2016 vão de 13 de outubro a 13 de novembro deste ano. O início do curso está previsto para fevereiro de 2016. Mais informações com Monica Guerra, pelo telefone (11) 3817-5488 e pelo e-mail mpauto@usp.br.

Tópicos:



Comentários