Fórum Empresarial do Mercosul discute negócios, parcerias e integração de cadeias

Apex-Brasil é uma das promotoras do evento e organiza reunião com agências de promoção da América do Sul e Rodada de Negócios.

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) é uma das promotoras da quinta edição do Fórum Empresarial do Mercosul, que ocorre entre os dias 14 e 15 de julho em Belo Horizonte (MG). O evento reunirá autoridades, empresas e entidades setoriais dos cinco membros do bloco (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Venezuela) e debaterá a ampliação de negócios e investimentos e a integração das cadeias produtivas entre os países.

A abertura do Fórum, às 9h do dia 14, terá a presença do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, do ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, do ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, do presidente da Apex-Brasil, David Barioni Neto, do subsecretário-geral de Cooperação, Cultura e Promoção Comercial do Itamaraty, embaixador Hadil da Rocha Vianna, do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, além de representantes da Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela e Bolívia.

“Para as empresas apoiadas pela Apex-Brasil, os países do Mercosul são mercados extremamente relevantes. Atualmente, mais de 1,7 mil empresas participantes dos projetos da Agência exportam para os países do bloco e o valor vendido por elas cresceu significativamente nos últimos anos, a uma média anual de 22% de 2010 a 2014” afirma David Barioni Neto, presidente da Apex-Brasil.

Uma das agendas do Fórum é a reunião organizada pela Apex-Brasil com representantes de entidades promotoras de exportação e investimentos dos países do Mercosul, com o objetivo de discutir a questão da integração produtiva, os desafios e oportunidades para as empresas e setores dos países. “Já existe uma grande interdependência quando falamos de internacionalização de empresas entre os países do bloco. Segundo dados da UNCTAD, em 2012 nossos investimentos diretos nos países do bloco somaram US$ 12,1 bilhões e, no sentido oposto, o Mercosul investiu diretamente US$ 10,3 bilhões no Brasil. Acreditamos que há espaço para incrementar essas parcerias”, completa Barioni. 


Continua depois da publicidade


 A Agência também é responsável pela organização de uma Rodada de Negócios entre empresas brasileiras e compradores do Mercosul, Chile, Colômbia e Peru. A iniciativa é realizada em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), o Ministério da Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e o Governo de Minas Gerais.A Rodada é voltada ao setor de agronegócios (de alimentos e bebidas a maquinário).

O V Fórum Empresarial do Mercosul é promovido pelos órgãos: MRE, MDIC, Governo do Estado de Minas Gerais, Apex-Brasil, FIEMG, Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Minas Gerais (SEBRAE-MG), Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e Foro Consultivo de Municípios, Estados Federados, Províncias e Departamentos do Mercosul.

Serviço:

V Fórum Empresarial do Mercosul (14 e 15 de julho)
Abertura às 9h no Teatro Sesiminas- (rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia)
“Encontro Apex-Brasil com agências de promoção de exportação e investimentos da América do Sul” – 14/7, de 14h às 17h, na sede da Fiemg (Av. do Contorno, 4456, Funcionários, Belo Horizonte – MG)
Rodada de Negócios- 15/7, de 14h às 17h, na sede da Fiemg
Para ter acesso a programação completa do V Fórum, inscrições e mais informações acesse o site do evento.




Comentários