Alstom assina contrato com Eletrosul para integrar parques eólicos no Sul do Brasil

O contrato turnkey é de aproximadamente €100 milhões, informa Alstom.

A Alstom fechou um contrato turnkey no valor aproximado de €100 milhões com a Eletrosul Centrais Elétricas S/A (Eletrosul) para integrar parques eólicos localizados no extremo sul do estado Rio Grande do Sul à rede de transmissão nacional. A operação comercial está prevista para março de 2018.

Para concluir este projeto, a Alstom irá liderar um consórcio para fornecer uma solução turnkey, incluindo o fornecimento de duas novas subestações e a extensão de seis subestações existentes, permitindo a conexão dos parques eólicos à Rede Básica. O projeto, conhecido como Lotes A1 e A4 do leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), abre as portas para uma futura integração de energias renováveis, permitindo um melhor planejamento da matriz energética nacional nos próximos seis anos, desempenhando um papel chave no fortalecimento do sistema de transmissão brasileiro. A Alstom irá fornecer seus produtos, softwares e tecnologias de automação com equipamentos produzidos nas unidades de Canoas e Itajubá.


Continua depois da publicidade


“A região sul do Brasil tem enorme potencial eólico e agora poderá otimizar totalmente essa energia alternativa, criando diversidade na matriz energética para mais de 30 milhões de pessoas. Este contrato reforça a liderança da Alstom no fornecimento de soluções centradas no cliente e uma equipe local especializada para trazer tecnologias inovadoras para otimizar a performance da rede”, afirma Sérgio Gomes, Vice-Presidente Sênior da Alstom Grid na América Latina.

A Alstom está presente no Brasil há 60 anos e já concluiu mais de 30 projetos de transmissão turnkey no país, no mercado de 230kV e 500kV.




Comentários