MDIC vai aprovar renovação de frota

Ministério também revisará participação de Finame PSI nos financiamentos, diz Anfir.

Em sua primeira reunião com representantes da indústria de implementos rodoviários, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro, afirmou que a pasta atuará de forma que o programa de renovação da frota seja aprovado. O parecer foi dado pelo próprio ministro durante seu encontro com Alcides Braga, presidente da Anfir, Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários, na terça-feira, 24, em Brasília, onde também participaram a diretora do departamento de indústrias de equipamentos de transporte da secretaria do desenvolvimento da produção do MDIC, Margarete Gandini, os vice-presidentes da Anfir, José Vidoti e José Carlos Spricigo, e seu diretor executivo Mario Rinaldi.

Em comunicado divulgado na quarta-feira (25), a entidade que representa as fabricantes informa que a medida – para a qual não há informações sobre quando será aprovada – poderá representar o emplacamento de algo como 1 mil reboques e semirreboques no primeiro ano de aplicação. O programa consiste na substituição de implementos rodoviários antigos por modelos novos em condições a serem definidas.

O ministro também salientou que estudará a ampliação do índice de financiamento do valor do bem pelo Finame PSI, linha do BNDES, das atuais 70% (para pequenas empresas) e 50% (para grandes empresas) para 80%. Até o fim de 2014, a linha de crédito financiava 100% dos implementos para ambos os tipos de clientes.

Mercado em depressão

O programa de renovação da frota deve ser o único alento para o mercado de veículos comerciais pesados este ano, uma vez que enfrenta curva de queda cada vez mais acentuada, mês a mês, diante da conjunta econômica e pelos baixos índices de confiança do consumidor e do empresário.

No caso do segmento de implementos rodoviários, as vendas recuaram 41% no primeiro bimestre quando comparadas com igual período do ano passado, com o emplacamento de 14,7 mil unidades, entre reboques e semirreboques.


Continua depois da publicidade


Na quinta-feira, 26, será a vez da Anfavea – associação das fabricantes de veículos, entre automóveis, caminhões e ônibus – de apresentar ao MDIC a conjuntura e os números do setor, que deve amargar nova queda nos resultados de março conforme projeções de analistas do setor (leia aqui).




Comentários