Alstom investe R$ 50 milhões em linha de produção de VLTs em SP

A unidade, primeira da América Latina, foi instalada em Taubaté, no interior do Estado.

A Alstom inaugurou uma nova linha de produção dedicada ao Citadis, seu modelo de Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), em Taubaté, no interior de São Paulo. A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades locais, representantes da companhia e Henri Poupart Lafarge, Presidente mundial da Alstom Transport. Essa nova linha de produção – na qual a Alstom investiu cerca de R$ 50 milhões – atenderá ao mercado brasileiro e, em um futuro próximo, à América Latina, onde os projetos de VLTs estão a todo vapor. Quando estiver em operação plena, a fábrica irá gerar cerca de 150 empregos diretos.

Os primeiros VLTs a serem produzidos em Taubaté são parte dos 32 trens modelo Citadis encomendados para a cidade do Rio de Janeiro, para o consórcio do VLT Carioca, em setembro de 2013. Esse contrato é parte do projeto Porto Maravilha, liderado pelo município, para modernizar a zona portuária do Rio. A expectativa é que os modais sejam entregues entre 2015 e meados de 2016, a tempo para os Jogos Olímpicos.

Modelo Citadis, da Alstom Transport, em serviço na cidade francesa de Tours.
Imagem: Alstom Transport/ E. Lamperti

“Mais do que um modelo de transporte, o Veículo Leve sobre Trilhos redesenha as cidades e oferece à população uma mobilidade sustentável, confortável e acessível. Esse sistema já foi adotado por um grande número de cidades em todo o mundo nas últimas décadas. Sem dúvida, essa tendência está começando agora no Brasil e, por isso, a Alstom investiu em uma nova linha de produção, para acompanhar novos projetos de VLTs, não só para o Brasil, mas também para toda a América Latina", afirma Michel Boccaccio, Vice-Presidente Sênior da Alstom Transport na América Latina.


Continua depois da publicidade


A nova fábrica possui cerca de 16 mil metros quadrados e é capaz de produzir de 7 a 8 trens por mês. A unidade preza por boas práticas ambientais e utilizará, por exemplo, água proveniente de chuva para os testes feitos com água nos trens.

Tópicos:



Comentários