Autopeças: faturamento em 2014 caiu 12,7%

Vendas às montadoras recuaram mais de 16% no confronto com 2013.

O faturamento do setor de autopeças em 2014 recuou 12,7% em relação ao ano anterior. A retração nos negócios afetou todos os segmentos de mercado. As vendas às montadoras caíram 16,3%; as intrassetoriais, 9,9%; e as exportações, 5,7%. A menor queda, de 3,8%, ocorreu nas vendas para o mercado de reposição. O levantamento foi feito pelo Sindicado da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) a partir de dados de 87 empresas que representam 28,5% do faturamento da indústria de autopeças no Brasil.

Dos cinco Estados pesquisados (MG, RS, SP, PR e SC), o Paraná foi o único que apresentou altas no faturamento em parte de 2014. O nível de emprego no ano passado apresentou retração de 6,5%. Em Minas Gerais e Rio Grande do Sul o emprego teve números negativos do começo ao fim do ano. Em Santa Catarina eles surgiram já em fevereiro, em São Paulo desde abril e no Paraná a partir de maio de 2014.

A capacidade ociosa ultrapassou os 30% em oito meses de 2014 e cresceu 5,1% em relação a 2013.




Comentários