Ford volta a investir no Rio Grande do Sul

Montadora anuncia a implantação de um centro de distribuição de peças.

Mais de 15 anos depois de desistir de construir um complexo para produção de veículos no Estado, a Ford volta a investir com a implantação de um centro regional de distribuição de peças. O anúncio foi feito pelo vice-presidente de Assuntos Corporativos da Ford América do Sul, Rogélio Golfarb, ao governador José Ivo Sartori.

Localizado no Km 11 da RS 118, o centro terá 14 mil metros de área construída e receberá 460 mil itens destinados para abastecer os concessionários gaúchos, catarinenses e do Oeste do Paraná. Segundo Golfarb, será o terceiro centro regional da Ford, os outros dois estão em São Paulo e na Bahia. O centro facilita o atendimento dos pedidos dos revendedores e deverá reduzir o tempo de entrega de cinco a seis dias para dois ou três.  Golfarb não revelou o valor do investimento. A unidade movimentará 7,5 mil peças por mês, com expectativa de faturamento de R$ 4 milhões/mês. Totalmente informatizada com a sofisticada tecnologia do grupo norte-americano, a operação será feita por 30 técnicos.

Em1999, a Ford construía um complexo em Guaíba que ocuparia 950 hectares e teria inclusive um porto exclusivo. As obras de terraplanagem estavam concluídas quando o então governador Olívio Dutra suspendeu o repasse dos recursos à montadora e que foram acordados pela administração anterior. As divergências com Olívio Dutra levaram a Ford desistir do projeto e posteriormente implantá-lo em Camaçari, na Bahia. Atualmente,  além da fábrica que produz o EcoSport e o New Fiesta, e de seus fornecedores, no complexo também funciona um centro de design, um dos cinco do grupo no mundo, com mais de mil engenheiros que trabalham em programas globais de reestilizações, desenvolvimento de novo veículos e pesquisas.




Comentários