TRBR vai investir R$ 35 milhões em nova planta

Empresa de autopeças está instalada às margens da Rodovia dos Bandeirantes, no interior de São Paulo.

A TRBR, empresa de autopeças do grupo Tokai Rika, anunciou na última semana investimentos na ordem de R$ 35 milhões na ampliação da planta de Santa Bárbara d'Oeste, com a construção de uma segunda unidade inserida no complexo que fica às margens da Rodovia dos Bandeirantes.

Há três anos instalada em solo barbarense, a única unidade do grupo japonês na América Latina vai expandir o ramo de atividades e a nova planta vai investir em linhas de cromagem, pintura e ampliação das peças de plástico. O início das obras está previsto para março, com entrega para outubro desde ano. Hoje, 170 funcionários atuam na linha de produção e a intenção é que até 2017 esse número chegue a 270 empregos diretos, nos dois turnos de trabalho.

"A TRBR atua especialmente no ramo de peças elétricas para carros de luxo. Produzimos comando de switch (interruptores para vidros elétricos, volantes, chaves inteligentes), sistema de travas dos cintos de segurança, painéis de controle e toda a parte de câmbios elétricos", explicou o diretor-presidente da unidade no Brasil, Masahiro Fujita.


Continua depois da publicidade


A empresa está instalada em terreno de 44 mil metros quadrados, sendo que a primeira planta é de 12 mil metros quadrados, onde foram investidos R$ 40 milhões. A nova está projetada para ocupar outros 4 mil metros quadrados e vai permitir que a fábrica invista ainda em novos ramos de atividade como a cromagem de peças veiculares e amplie a produção de calotas. "Em três anos, agregamos novos clientes no Brasil e para que possamos atendê-los a contento, vamos expandir", disse o gerente da unidade Brasil, Roberto Aikawa.

A TRBR está no Brasil desde 2001, quando construiu sua primeira planta de 1,8 mil metros quadrados em Pindamonhangaba. Com a inauguração da unidade de Santa Bárbara, em 2011, a primeira foi desativada e os investimentos na Região do Polo Têxtil devem continuar.

A empresa tem como uma de suas principais acionistas, a Denso, instalada também em Santa Bárbara, a poucos metros da planta fabril. Nascido no Japão, atualmente o grupo possui plantas espalhadas por Índia, China, Taiwan, Tailândia, Filipinas, Canadá, Bélgica, República Tcheca, Reino Unido e cinco plantas nos Estados Unidos.

O Brasil possui a única unidade da América Latina, a de Santa Bárbara. Com a implantação da nova planta, a TRBR pretende aumentar seus negócios, com produtos de alta qualidade e preços mais competitivos. Em nível mundial, o grupo Tokai Rika, atende uma lista de clientes formada pelas maiores montadoras de veículos do mundo: Toyota, Mitsubishi, Nissan, GM, Volkswagen, Volvo, Honda e Ford.

'Não há crise para o segmento de luxo no país'

A expansão da planta da TRBR em Santa Bárbara é uma prova que não há crise para o segmento de carros de luxo. A cada ano, a unidade fabril brasileira tem mostrado um salto em faturamento. Se em 2013 a planta brasileira faturou R$ 50,7 milhões, no ano passado o fechamento atingiu R$ 67 milhões. Ou seja, um aumento de 32,1% a mais entre um ano e outro.

Diferente das montadoras especializadas nos ramos de veículos para a classe média e que no fim do ano passado anunciaram que trocariam aumentos salariais por abonos - benefícios que não são incorporados aos salários -, devido a produção em queda e altos estoques, a indústria automobilística no ramo de luxo segue o caminho contrário.

"Não podemos negar que nosso ramo está muito bem. Posso garantir que não há crise para os segmento de luxo no país. Nossa produção vai muito bem e nossa escolha pelo Brasil foi a mais acertada desde que chegamos aqui, há 13 anos. Sabíamos que esse país seria o que mais cresceria nesse segmento", disse diretor-presidente da TRBR Masahiro Fujita, em entrevista concedida ao Grupo Liberal de Comunicação. f.m.




Comentários