Faturamento da indústria de máquinas e equipamentos cai 13,7%

A queda em 2014 é a terceira consecutiva, segundo a Abimaq.

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) informou nesta quarta-feira (28) que o faturamento do setor caiu 13,7% no ano passado, em comparação com o resultado de 2013, O setor de bens de capital mecânico faturou, em 2014, R$ 71,19 bilhões.

Em dezembro do ano passado, o faturamento ficou em R$ 5,546 bilhões, com queda de 14,6% ante o mês anterior. Em relação ao período de 2013, a redução chegou a 7,8%.

A queda em 2014 é a terceira consecutiva, segundo a Abimaq. Segundo a entidade, o atual cenário aponta para nova queda este ano, o que deve adiar por mais um ano decisões sobre substituições ou ampliação do parque industrial.

De acordo com a Abimaq, a média anual de participação das importações no consumo brasileiro de máquinas e equipamentos subiu de 49%, em 2008, para 71%, em 2014. Segundo a entidade, a produção nacional está perdendo espaço no mercado brasileiro.

O resultado das exportações foi diferente. No ano passado, o faturamento com as exportações atingiu US$ 13,395 bilhões, com crescimento de 7,4% sobre 2013. O valor correspondeu a 45% do faturamento total do setor, acima da média histórica de 32%. O destaque foi o setor de infraestrutura e indústria de base, que, em 2014, elevou as exportações em 20,6%. Os principais destinos da venda de máquinas e equipamentos são América Latina, Estados Unidos e Europa.

Conforme a associação, caso o real continue em processo de depreciação, a expectativa para este ano é que as exportações se mantenham em crescimento.

O setor encerrou o ano com 242,238 mil pessoas empregadas. Na comparação com o número de pessoas empregadas no início do ano, foram fechados 13.098 postos.




Comentários