BNDES aprova financiamento de R$ 33,2 milhões à Pirelli

Entre os novos produtos desenvolvidos com os recursos está o “pneu verde”, que gera economia de combustível.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 33,2 milhões para investimentos em inovação da Pirelli Pneus Ltda. A operação acontece no âmbito do Programa BNDES de Apoio à Engenharia (BNDES Proengenharia), com condições do BNDES PSI, sub-programa Inovação.

Os recursos, que correspondem a 100% dos investimentos, serão utilizados para pesquisa e desenvolvimento de novos materiais e formulações para os compostos dos pneus; bem como para simulação computacional para antecipar eventuais problemas no funcionamento; desenvolvimento de novos modelos de pneus verdes, que têm menor impacto no meio ambiente; aquisição de moldes e fabricação de protótipos; testes em laboratórios e campo de provas; e investimentos em engenharia de manufatura para adaptações no processo de produção.

O desenvolvimento dos pneus será efetuado no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento localizado na fábrica de Santo André, e os testes serão realizados nos laboratórios da Pirelli nesta unidade e no campo de provas da empresa em Sumaré.

Pneu verde – A Pirelli desenvolveu uma linha de pneus — o chamado “pneu verde” — em que se adiciona sílica para diminuir a resistência ao rolamento sem comprometer a frenagem, contribuindo para uma economia de combustível estimada em até 6%, com consequente redução nas emissões de gases poluidores. Tais pneus são de uso obrigatório na Europa e estão sendo gradativamente difundidos no Brasil, a partir da demanda das montadoras de veículos.

Tópicos:
                    



Comentários