Fiat vai investir R$ 15 bilhões na América Latina até 2016

Aportes virão do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e servirão para fortalecer marca Jeep na região.

Com o objetivo de fortalecer a marca Jeep na América Latina, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou, durante a abertura do 28º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que vai investir R$ 15 bilhões até 2016. O aporte vai servir para erguer uma fábrica da Jeep, em Pernambuco, e modernizar a planta de Betim (MG).

A linha de montagem no Nordeste já está em fase de finalização. A estimativa da Fiat é começar a produção dos carros ainda no primeiro semestre de 2015. "É um momento especial para nós. Ao criar a FCA, adquirindo 100% das ações da Chrysler, finalizamos a criação do sétimo maior grupo automobilístico do mundo. Agora, pretendemos fortalecer a Jeep, uma das marcas do grupo, na América Latina", disse o presidente da FCA na região, Cledorvino Belini.

A montadora aproveitou para comemorar os resultados obtidos nos últimos anos. Segundo Belini, a Fiat acaba de completar 13 anos de liderança no mercado automotivo brasileiro. O motivo do sucesso, de acordo com o executivo, é "ter conhecimento sobre o consumidor", diz.


Continua depois da publicidade


A modernização em Betim envolve a ampliação da cabine de pintura, que agora, segundo Belini, poderá receber até 180 veículos por hora.

O Brasil é o segundo mercado da FCA, atrás apenas dos Estados Unidos. Ao todo, o grupo é responsável por 16 marcas. 

Até setembro, a Fiat comercializou 516.515 unidades no Brasil. A montadora detém 21,48% de participação de todo o mercado automotivo do País.

Recado

O presidente do grupo FCA aproveitou para parabenizar a presidente Dilma Rousseff pela vitória nas eleições do último domingo e se mostrou confiante quanto à recuperação da economia e a uma redução na inflação. "Desejo sucesso à presidente. Estamos otimistas quanto à retomada do crescimento", finalizou.




Comentários