Empresas indianas miram indústria automotiva brasileira

Depois de cinco anos, grupo formado por oito empresas da Índia volta a expor na Mercopar 2014.

De olho na indústria automobilística brasileira, empresas indianas voltam a expor na Mercopar depois de cinco anos. Desde a última vinda ao Brasil, o grupo de empresas indianas quer ser vista e reconhecida pelo mercado brasileiro. Embora represente uma pequena fatia do mercado global, o Brasil ainda é considerado pelo empresariado um mercado com grande potencial e expansão. A opinião é do vice-presidente da EEPC Índia, Bratindra Bhattacharya, que esteve no Brasil em 2009 com outro grupo de empresários e volta com empresas estreantes no país. A EEPC (Engineering Export Promotion Council India) é uma organização de estímulo à exportação de produtos manufaturados.

“Queremos mostrar às pessoas o que somos capazes de fazer”, diz Rahul Shah, gerente de marketing da empresa Carborundum Universal Limited. Ele é um dos estreantes na feira e no país, e se diz contente com a oportunidade de apresentar seus produtos ao mercado brasileiro.

Imagem: Karina Pizzini/CIMM

“Estamos percebendo um número grande de visitantes na feira, bem como a presença de muitos estudantes. Isso é bom, pois eles são o futuro da indústria”, conta. Shah ressalta que o mercado brasileiro é o mais encorajador da América Latina. “Os produtos que fazemos na Índia podem ser usados em várias empresas brasileiras”, afirma.

Focados na indústria automotiva devido ao número de fabricantes de componentes para o setor, a força da agroindústria gaúcha atraiu os indianos a expor na Mercopar. Bhattacharya diz que a escolha de participar da feira foi pontual, primeiramente, pelo intuito de sair da oferta saturada do eixo Rio – São Paulo. A similaridade com o mercado indiano foi outro fator que atraiu o grupo ao Rio Grande do Sul, estimulado também pela parceria com o Sebrae do Estado. O grupo expõe produtos voltados, especialmente, à indústria automotiva e metalomecânica.

Um protocolo de intenções firmado entre o Sebrae/RS e a EEPC India, desde 2009, está facilitando os negócios entre os dois países. Por isso, Bhattacharya irá palestrar na quinta-feira, 2 de setembro, às 17h, no Salão de Negócios da Mercopar, sobre as oportunidades de negócios e parcerias entre Brasil e Índia.

“Estamos aqui para facilitar este intercâmbio, para empresas brasileiras produzirem para a Índia e vice-versa. Identificamos regiões potenciais para negócios no mundo, entre elas o México, Brasil e Peru”, explica Bhattacharya, ressaltando que o governo indiano incentiva as empresas a investirem no Brasil. 




Comentários