Expositores fazem os últimos ajustes para receber mais de 30 mil visitantes

Logo após as 14h, quando os portões do Centro de Eventos da Festa da Uva foram abertas, alguns expositores já aguardavam ansiosos pelos visitantes da 23ª Mercopar. Enquanto isso, outra parcela corria contra o tempo para ajeitar os detalhes restantes. Ainda era possível ver equipes de montagem fazendo os últimos reparos nos estandes e circulando nos corredores ainda vazios durante a primeira hora da feira, que segue até o dia 03, em Caxias do Sul.

Montadores fazem os últimos ajustes na primeira hora da feira.
Imagem: Karina Pizzini/CIMM

Tudo para que a apresentação dos produtos ficasse impecável para os 35 mil visitantes aguardados na edição deste ano. O porta-voz e gerente de vendas da Sumitomo no Brasil, Clayton Paulino, aguardava os últimos reparos no estande da empresa no início do evento. Devido a um atraso da equipe de instalação, a montagem do estande invadiu um pouco o horário de abertura da feira, mas isso não impediu que, em poucos minutos, Paulino pudesse expor sua nova linha de produtos.  

“Estamos antecipando o lançamento de fresas, linha de suportes de canal, novas classes CBN – para aço temperado – e novas classes de metal duro para usinagem em inox”, conta. As ferramentas só estarão disponíveis para vendas após o lançamento oficial das ferramentas, na feira Jimtof que acontece em Tóquio, em novembro.

A Index Traub também passou sufoco nos últimos minutos de montagem do estande. A responsável pelo marketing da empresa, Lívia Kurtz, conta que de última hora decidiram trazer o torno CNC Index C 100, a máquina de maior sucesso em vendas da empresa no mundo. Segundo Lívia, a máquina é de grande importância para o público gaúcho, por isso era importante a sua vinda para o estande.

Em contrapartida, o espaço já estava sendo montado quando a decisão foi feita. Após a empresa se organizar para importar, em caráter temporário, o equipamento e expô-lo, mudanças no estande foram necessárias. Apesar do corre-corre de última hora, o estande estava pronto, com um importante equipamento para a indústria metalomecânica gaúcha. A profissional do marketing lembra que o Rio Grande do Sul é segundo maior polo do país. 

Tópicos:



Comentários