Centro de tecnologia da Mahle assina acordo de R$ 285 mi com a Finep

Projeto entre as empresas prevê financiamento conjunto de atividades de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos pelos próximos três anos.

Acordo que permitirá ao Centro de Tecnologia da Mahle Metal Leve S. A. ampliar sua base de pesquisas e o desenvolvimento de novos produtos acaba de ser assinado entre a empresa e a Finep - Inovação e Pesquisa, companhia pública vinculada ao Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação. A parceria que tem validade de três anos prevê um investimento conjunto da ordem de R$ 285 milhões. O Centro Tecnológico da Mahle Metal Leve S. A., localizado em Jundiaí, interior de São Paulo, é um dos sete estrategicamente posicionados ao redor do mundo e o segundo mais importante do Grupo.

O principal foco da verba proveniente da Finep é o financiamento de toda a cadeia da inovação, com foco em ações estratégicas, estruturantes e de impacto para o desenvolvimento sustentável do Brasil. E é exatamente voltada para essa política de pesquisas e de aperfeiçoamento de produtos e sistemas que a Mahle Metal Leve S. A. dirigirá seus esforços e verbas para o próximo triênio. 

Após os contatos iniciais com o Finep foi elaborado o que se chama ‘financiamento da estratégia’, onde foram apresentadas para a empresa pública as definições dos projetos e a forma como seriam aplicados esses recursos no decorrer do acordo. Ou seja, foram mostrados os diferentes passos da sua implementação: geração das novas tecnologias, projetos junto aos clientes, e projeto de manufatura. O aporte previsto pelo Finep, de 65% do valor total do projeto, equivale aos investimentos necessários para a estratégia de inovação e aos primeiros projetos junto aos clientes.

De acordo com a estratégia aprovada pelo Finep, a engenharia do Centro Tecnológico da Mahle Metal Leve S. A. estará empenhada no sentido de aprimorar soluções que venham a proporcionar o menor consumo de combustível e, por consequência, a redução das emissões de CO2 nos motores de combustão interna. Assim como encontrar meios de otimização para veículos com propulsão híbrida; identificar soluções para o desenvolvimento de motores mais eficientes por meio de maior densidade de potência; e, ainda, fomentar a infraestrutura de medição e predição de desempenho dos novos componentes e motores. O Centro de Tecnologia da Mahle, em Jundiaí, trabalha com demandas de engenharia de âmbito mundial, portanto, eventualmente, os resultados provenientes desses investimentos futuramente poderão ser usados em projetos no exterior.


Continua depois da publicidade


Sobre o Tech Center

A unidade brasileira do Centro de Tecnologia da Mahle, um dos dez existentes ao redor do mundo, é fruto de investimentos da ordem de R$ 91 milhões. O Tech Center de Jundiaí trabalha com o desenvolvimento de todos os produtos do portfólio global da Mahle e é o responsável mundial pelas linhas de anéis de pistão, camisas de cilindros e filtros para aplicações em motores flexíveis. Em suas instalações trabalham 297 colaboradores entre técnicos, graduados, pós graduados, mestres e doutores. Está instalado em uma área de proteção ambiental permanente de 125 mil m², e seu principal foco é o desenvolvimento de componentes e soluções tecnológicas para motores de combustão interna, visando à redução de atrito, de emissões e do consumo de combustível.




Comentários