Empresa de Londrina investe R$ 35 milhões para aumentar produção

Na última quinta-feira (4) foi realizada em Londrina a inauguração da nova unidade industrial da empresa londrinense Fast Gôndolas Equipamentos Ltda. O investimento foi de R$ 35 milhões entre infraestrutura, máquinas e equipamentos, com a geração de 200 empregos diretos e aproximadamente 350 indiretos. O novo espaço está instalado em um terreno de 24 mil m², tendo 14 mil m² de área construída.

A Fast Gôndolas Equipamentos Ltda foi fundada em 1983. Nestes 31 anos de atividade, especializou-se em fornecer gôndolas, check-outs e equipamentos para lojas de auto-serviço como hipermercados, supermercados, atacados, atacarejos, home certers, lojas de departamentos, lojas de brinquedos, farmácias, etc.

O projeto da planta industrial foi idealizado dentro de um conceito de sustentabilidade com máximo aproveitamento de iluminação e ventilação naturais, reduzindo assim a utilização de recursos para essas finalidades, além da captação de 50 Kw/h ao dia de energia solar que são utilizados na iluminação das áreas externas e aquecimento de água para torneiras e ainda a construção de um sistema com capacidade para reter cerca de 220 mil litros de águas pluviais para reaproveitamento no processo fabril.


Continua depois da publicidade


Destinada ao processamento e pintura de aço, possui os mais modernos equipamentos industriais disponíveis no mercado nacional e internacional, desenvolvidos não só para o aumento da produtividade, mas também voltados à ergonomia do trabalho e redução de insalubridade no processo produtivo, trazendo assim condições mais seguras e confortáveis de trabalho aos operadores industriais.

A nova unidade tem capacidade de processar 2.500 toneladas de aço por mês, podendo cortar aço longitudinalmente pelo processo de slitter e transversalmente pelo processo de blanks e pintar cerca de 220 mil m² mensalmente, utilizando o sistema Power&Free com cabines robotizadas. Todo o gás necessário para funcionamento da pintura é natural, reduzindo drasticamente o índice de poluição.

Batizada pelo grupo empresarial como "Central do Aço", a nova unidade consolidou um grande investimento visando agregar ainda mais qualidade ao produto e agilidade no atendimento ao cliente.

Gás natural

O prefeito Alexandre Kireeff (PSD), que participou da cerimônia de inauguração da nova unidade da indústria, lembrou que a Fast Gôndolas foi a primeira empresa a usar o gás que a prefeitura trouxe para Londrina através do gasoduto na avenida Tiradentes. O presidente da Codel, Bruno Veronesi, lembrou que a decisão de ampliar e investir, como fez a Fast Gôndolas, é manifestação de confiança na cidade e no esforço da atual gestão para trazer indústrias para Londrina.

O dirigente da Fast Gôndolas, Valdevir Guerra, disse que o apoio da Prefeitura, inclusive com doação de terrenos – como tem feito com outros empreendimentos – foi fundamental para a expansão da empresa. Para a atual gestão, conforme Veronesi, todo investimento industrial gera mais emprego, recolhe mais impostos que a cidade reinveste em educação, saúde e outras melhorias, gerando mais empregos e melhorando a qualidade de vida dos seus moradores.




Comentários