Romi inaugura novo Centro de Difusão de Tecnologia

Abertura do espaço no complexo fabril de Santa Bárbara d’Oeste terá a presença do presidente do BNDES, Luciano Coutinho.

Com o compromisso de sempre colaborar para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil, estimular a educação e a pesquisa tecnológica, e contribuir para a competitividade da indústria nacional, a Indústrias Romi vai inaugurar em 25 de abril de 2014 seu novo Centro de Difusão de Tecnologia (CDT).
 
Ocupando uma área de 510 m², anexa à unidade fabril 16, onde é feita a montagem de máquinas-ferramenta, o centro abriga 14 máquinas – 11 máquinas-ferramenta e 3 máquinas para plásticos. Os visitantes poderão, assim, ter uma vivência real nas demonstrações de produtos Romi, durante treinamentos, workshops e visitas técnicas ou institucionais. No espaço, também serão realizados testes de usinagem.
 
Essas atividades eram realizadas até hoje na antiga sede da Companhia, localizada na região central de Santa Barbara d’Oeste. Neste novo espaço a Romi oferecerá um atendimento ainda melhor a seus clientes, facilitando o acesso à sua tecnologia. Ele se destina a transmitir conhecimento tanto a colaboradores da Companhia, que atendem clientes, quanto a funcionários dos clientes Romi.
 
Em salas de reunião e auditórios, o Centro de Difusão de Tecnologia terá capacidade para promover diversos tipos de eventos, por demanda interna da Romi ou mesmo de seus clientes.
 
Por meio desta parceria, a Romi deseja oferecer a seus clientes ainda mais recursos para melhorar sua performance de produtividade e consequente eficiência operacional.  O treinamento focado, na máquina adquirida pelo cliente, proporciona acesso às pessoas mais qualificadas possíveis para tirar dúvidas e assim otimizar a utilização da máquina.
 
A inauguração do CDT será marcada por uma festa que contará com a presença do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e de mais de 200 clientes de máquinas Romi, brasileiros e estrangeiros.
 
“A cada máquina vendida, a Romi oferece ao cliente capacitação de seu pessoal para usar os equipamentos. O novo Centro de Difusão de Tecnologia atenderá essas demandas de forma objetiva, confortável e eficiente”, afirma Livaldo Aguiar dos Santos, diretor-presidente da Romi. “O centro serve também para reforçar a formação técnica dos profissionais do setor, otimizando a capacidade produtiva de nossos clientes.”




Comentários