CNH leva tecnologia do setor agrícola para a construção

A CNH Industrial lançou mundialmente, em 1º de abril, uma parceria com a suíça Leica Geosystems, de equipamentos de medição e visualização voltadas ao controle de máquinas.

As tecnologias de precisão voltadas para as máquinas agrícolas, como o piloto automático, estão sendo levadas pela CNH Industrial também para as máquinas de construção. A perspectiva é que no Brasil esses produtos sejam disponibilizados comercialmente no fim do ano.

Para isso, a CNH Industrial, criada a partir da fusão da Fiat Industrial e da CNH Global, lançou mundialmente, em 1º de abril, uma parceria com a suíça Leica Geosystems, de equipamentos de medição e visualização voltadas ao controle de máquinas.

Segundo comunicado divulgado pela empresa, a parceria de longo prazo vai envolver várias áreas de colaboração. Pelo acordo, a Leica inicialmente irá fornecer às marcas globais da CNH Case e New Holland Construction soluções de controle para máquinas de construção, como escavadoras e niveladoras. Os departamentos de engenharia das duas companhias vão, conjuntamente, avaliar o desenvolvimento de produtos.

"Nossa parceria com a Leica Geosystems, uma das companhias mais respeitadas em soluções industriais de controle de máquinas, mostra nossa intenção de continuar a investir no negócio de equipamentos de construção por meio da introdução de tecnologias de ponta e impulsionando os mais avançados participantes do mercado", disse, em nota, Mario Gasparri, presidente da marca CNH Industrial Construction Equipment.

"Estamos muito animados com a perspectiva de impulsionar nossas posições de liderança tecnológica para o benefício de nossos clientes e dos clientes da CNH Industrial", disse Johan Arnberg, presidente da divisão de controle de máquinas da Leica Geosystems.

A intenção é unir forças para o uso de eletrônica mais "fina", como o uso de GPS e controle da máquina, diz Gregory Riordan, gerente de marketing de agricultura de precisão para a América Latina da CNH Industrial.


Continua depois da publicidade


Riordan explica que as máquinas niveladoras, também conhecidas como patrolas, que operam manualmente nivelando o solo nas estradas e outra vias pavimentadas, poderão fazer automaticamente este trabalho, sem a necessidade de marcadores visuais. "A patrola automaticamente nivela sem necessidade de o operador interferir", disse. Assim, um operador sem muita experiência na tarefa consegue fazer um trabalho com muita qualidade, afirmou o executivo.

No mercado brasileiro, a expectativa é até o fim do ano ser possível a comercialização de um kit com piloto automático para ser instalado nas máquinas. Antes, serão feitos alguns projetos-piloto com a tecnologia. Inicialmente o equipamento será importado, conforme Riordan. O representante da companhia diz que é preciso também preparar os concessionários e o mercado para a tecnologia.

Hoje já é possível fazer o monitoramento do desempenho das máquinas de construção à distância. A parceria com a Leica possibilitará, na avaliação de Riordan, agregar automação e maior controle das máquinas.




Comentários