Expoalumínio: Mais de 70% dos visitantes buscam fazer negócios

Feira é considerada indispensável para agentes da indústria do alumínio e reúne visitantes qualificados, com poder de decisão em negócios.

Organizada a cada dois anos, a Expoalumínio - 5ª Exposição Internacional do Alumínio - reúne, tradicionalmente, importantes agentes da indústria. Cada vez maior, a feira deste ano deve confirmar, mais uma vez, sua importância para a cadeia produtiva. “Em termos de capacidade instalada o Brasil está muito bem. Imaginamos que neste ano, novamente, devemos crescer entre 5% e 6%. Conseguimos atender as demandas sejam elas da construção civil, embalagens ou afins até 2020 com segurança, afirma Adjarma Azevedo, presidente executivo da Abal - Associação Brasileira do Alumínio, realizadora do evento.

Segundo a Reed Exhibitions Alcantara Machado, promotora do ExpoAlumínio, 47% dos expositores da edição 2012 consideraram-se muito satisfeitos, outros 35% declararam-se satisfeitos em pesquisa. Em relação à intenção de voltar nesta próxima edição, 99% declararam que iriam participar definitivamente, ou muito provavelmente ou provavelmente. Além disso, para mais de 60% dos expositores, estar na feira é uma necessidade alta.
 
“Importantes players como Alcoa, Votorantim Metais, CDA Metais, Novelis, entre outros, estarão na feira à procura de novos clientes, posicionamento de marca e networking com o mercado”, explica Liliane Bortoluci, diretora da feira. “Novos negócios são fechados principalmente entre três e seis meses após o evento com resultados até um ano depois da feira”. Entre os visitantes, 73% buscam negócios dentro do evento. A procura por capacitação profissional está representada por 47% dos visitantes da edição 2012. Diretores e gerentes de empresas formam 48% do público, vindos principalmente da indústria metalúrgica, da construção, automotiva e de empresas de engenharia e telecomunicações,

“Desde 2007 o consumo de alumínio pela indústria da construção civil nacional tem crescido em torno de 10% ao ano e a perspectiva é que essa demanda continue avançando na mesma proporção pelo menos até 2017”. A projeção é dada por José Carlos Noronha, coordenador do comitê de mercado da construção civil da Abal – Associação Brasileira do Alumínio, realizadora da ExpoAlumínio. De acordo com Noronha a construção civil brasileira representa aproximadamente 16% de toda a demanda pelo produto no país. Já segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), os implementos mais vendidos em 2013 para veículos leves foram os baús de alumínio, frigoríficos inclusos, com 41.535 produtos entregues. Esse montante representa 38,5% dos 107.700 implementos vendidos.


Continua depois da publicidade


Serviço

5ª Exposição Internacional do Alumínio
Local: Centro de Exposições Imigrantes | São Paulo - SP                                         
Data: 1 a 3 de abril de 2014
Horário da Exposição: 3ª a 5ª das 11h às 20h
Horário do Congresso: 3ª a 5ª das 09h às 18h




Comentários