Tupy apresenta crescimento em 2013

No mercado interno, o melhor desempenho do quarto trimestre de 2013 em relação a 2012 foi em componentes para veículos comerciais.

A Tupy obteve aumento significativo em vários indicadores em 2013 comparativamente ao ano anterior. O volume físico de vendas apresentou crescimento de 13% e as receitas, de 17%. Entre os fatores que contribuíram para estes resultados, impactando de maneira positiva principalmente as receitas das vendas externas, estão a influência das unidades mexicanas e a desvalorização de 11,0% da taxa média de câmbio em 2013 (2,174 R$/US$), frente a 2012 (1,959 R$/US$). A recuperação das receitas do mercado interno foi resultado basicamente dos fornecimentos para o segmento de veículos comerciais, o que compensou a queda no segmento de veículos leves.
 
O EBITDA Ajustado total de 2013 somou R$ 490,1 milhões, equivalente a 15,7% das receitas do período. Trata-se da melhor margem desde 2010 e ratifica o quadro de aprimoramento operacional da companhia.  “Estes resultados são consequência dos direcionamentos estratégicos com que temos trabalhado. Entre eles destaco a conquista de novos clientes e o fortalecimento da relação com aqueles que já compunham a carteira, a melhoria contínua nos processos de engenharia e manufatura, a busca constante pela redução de custos e a participação em projetos que reforçam nossa posição como referência em tecnologia e qualidade”, afirma Luiz Tarquinio Sardinha Ferro, presidente da Tupy. 
 
Com a nova oferta pública de ações, encerrada em 05 de novembro de 2013, a companhia arrecadou R$ 516,7 milhões destinados a projetos de expansão, incluindo possíveis aquisições, assim como a viabilização de projetos de redução de custo que serão empregados ao longo de 2014 e 2015. Entre o que já foi utilizado, o foco está concentrado em projetos de melhoria de competitividade e na eficiência da utilização de materiais. “A oferta fortaleceu nossa posição de caixa com recursos que serão aplicados em projetos de otimização operacional e redução de custos, assim como para lastrear outras iniciativas estratégicas de crescimento, sem, no entanto, perder vista do nosso compromisso expresso com a disciplina financeira e com a ampliação dos indicadores de retorno sobre o capital investido”, ressalta Leonardo Gadelha, vice-presidente de Finanças e Administração.
 
Resultados do 4T13
 
No quarto trimestre de 2013 a Tupy obteve a melhor margem de EBITDA para o período desde 2008. No mercado interno, o melhor desempenho do quarto trimestre de 2013 em relação a 2012 foi em componentes para veículos comerciais, com aumento de 31,6% e respondendo por 11,6% do total das receitas da companhia neste período. Os principais motivadores foram o aumento de vendas de caminhões semipesados e pesados que utilizam produtos Tupy e o aumento da demanda de componentes usinados.
 
No exterior, a desvalorização de 10,5% da taxa de câmbio média no 4T13 frente ao mesmo período de 2012 favoreceu a receita de vendas para o mercado externo em todos os segmentos de atuação da Tupy, mas com maior representação novamente em veículos comerciais, responsáveis por 33,1% das receitas da Tupy, com aumento de 27,6% comparativamente ao 4T12. Um dos fatores que contribuíram para este resultado foi o crescimento acentuado do mercado de pick-ups nos Estados Unidos. No mercado de carros de passeio, vale destacar a significativa contribuição de aplicações de produtos da Tupy voltadas ao segmento premium, principalmente na Europa, além do lançamento de novas aplicações para blocos e peças de motor usinados em CGI (Compacted Grafite Iron) neste mercado.
Tópicos:



Comentários