Tupy inicia a produção de cabeçote CGI para o motor industrial MTU

Aprimoramento do motor para uso industrial com o cabeçote de cilindro de ferro fundido vermicular.

A MTU Friedrichshafen, uma subsidiária da Rolls-Royce Power Systems AG e um dos fornecedores das mais avançadas tecnologias em motores a diesel e sistemas motrizes, apresentou um aprimoramento de seus motores líderes Series 2000 com diversos recursos tecnológicos novos, incluindo um cabeçote de cilindro fabricado em ferro fundido vermicular ou CGI (do inglês Compacted Graphite Iron). O aprimoramento do cabeçote de cilindro em CGI, comparado à geração anterior, foi desenvolvido para permitir aumento de força e para assegurar durabilidade aos ciclos de demanda pesada como nos setores naval, de mineração, construção e em geradores estacionários.  
 
Dando continuidade ao desenvolvimento de um produto de sucesso e suporte à pré-produção, a fabricação em série do cabeçote de cilindro CGI Series 2000 começou no parque industrial da Tupy em Joinville (SC), usando a tecnologia de controle do processo da SinterCast. O motor está disponível no mundo todo em diversas configurações de cilindro.
 
“A série MTU representa outro passo importante para o uso do CGI e para a Tupy, e também reforça a transição para o CGI, o estado da arte nas aplicações para motores. O cabeçote de cilindro MTU se torna nosso décimo oitavo produto CGI em produção em série e estabelece uma referência importante como o primeiro componente industrial produzido em CGI”, afirma Luiz Tarquínio Sardinha Ferro, presidente da Tupy. “Como fornecedor líder de ferro fundido vermicular, nós estabelecemos agora uma produção seriada de alto volume e asseguramos os compromissos de produção de CGI através do completo espectro de blocos e cabeçotes para veículos de passeio e comerciais, e componentes para motores industriais. A Tupy continuará a estruturar-se em sua especialidade e na liderança de produção seriada para motivar novas aplicações em CGI e para liderar a tendência atual de utilização desta liga.”
 
“O cabeçote de cilindro MTU Series 2000 fornece ainda outro exemplo da contribuição do CGI na melhoria de performance, durabilidade, design e metas de emissões”, diz Steve Dawson, presidente e CEO da SinterCast.  “Sem contar blocos e cabeçotes de cilindros automotivos, os componentes motrizes para uso industrial compõem 10% de nosso volume de produção. Estamos confiantes de que o crescimento de oportunidades no setor industrial poderá nos permitir manter este desempenho enquanto o segmento de blocos e cabeçotes para o setor automotivo continua a subir.”
 
A Tupy desenvolve e produz componentes fundidos e usinados para o setor automotivo e também atende a segmentos diversos da indústria e construção com a produção de conexões de ferro maleável, granalhas de aço e perfis contínuos. Fundada em 1938, em Joinville (SC), conta também com uma planta fabril em Mauá (SP), e outras duas localizadas nas cidades de Saltillo e Ramos Arizpe, no estado de Coahuila, México.
 
A Tupy é uma das indústrias líder na fabricação de blocos de ferro fundido e cabeçotes de cilindro, e é líder global em CGI agora com 18 componentes produzidos em série com esta liga.
 
Com capacidade produtiva de 848 mil toneladas por ano, a Tupy obteve receita líquida de R$ 2,7 bilhões e lucro líquido de R$ 66 milhões. Entre os principais destinos da sua produção estão Estados Unidos, Brasil, Alemanha, Japão, México e Reino Unido.
 
Na lista de clientes figuram marcas consagradas nacionais e internacionais dos setores automotivo, maquinário agrícola e de construção, incluindo: Ford, Cummins, Caterpillar, Chrysler, Audi, Daimler, John Deere, Navistar e muitos outros fabricantes de primeira linha de automóveis e motores a diesel.
Tópicos:



Comentários