IGM do Brasil, do grupo italiano Bucci Industries, consolida parcerias

Fonte: Press Office Comunicação Integrada - 25/06/07

Durante a 11ª edição da Feimafe (Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistema Integrado de Manufatura) a empresa do Grupo italiano Bucci, IGM do Brasil, que comercializa e presta assistência técnica aos alimentadores de barras Iemca na América do Sul, consolidou sua parceria com as fabricantes de tornos Cosa, Meggatech, Romi e Ergomat.

Essas quatro empresas expuseram em seus estandes, durante a feira, modelos diferenciados dos alimentadores de barra Iemca.

Fundada em 1962, a Ergomat já registrou a marca de mais de 15 mil tornos automáticos fabricados. Sua parceria com a IGM do Brasil começou há três anos, e a exposição de suas máquinas na Feimafe, em conjunto com o alimentador Smart 320 da Iemca, mostrou como a integração entre torno e o magazine automático é essencial para aumentar a produtividade das indústrias usinagem. "Enquanto a troca de alimentadores por gravidade ou hidraulicamente leva cerca de quatro minutos, com os equipamentos da marca Iemca esse processo leva apenas 30 segundos. Por isso o investimento em alimentadores de barra é fundamental para melhorar a produtividade", disse o diretor de vendas da Ergomat, Alfredo Ferrari.

Em recente parceria firmada com a IGM, a Cosa também já mostrou confiabilidade nos produtos Iemca durante a Feimafe. No estande da empresa, foi exposto o alimentador de barras Iemca do modelo Concept 325, junto com o trono Hanwha, de origem coreana. "A história da Cosa reflete a qualidade da marca dos produtos que fabricamos. Então, para manter essa característica, só poderíamos fazer uma parceria e indicar aos nossos clientes equipamentos de uma marca que também reflita qualidade, como a Iemca", disse o diretor da empresa, Marcos Antoniazzi.

O Grupo Cosa atua em cinco divisões: Controle de Qualidade; Injetoras Plásticas; Injetoras de Metal e Automoção Acessórios; Dispositivos e Máquinas Operatrizes. Com os alimentadores Iemca, esses últimos equipamentos oferecem melhor performance às indústrias de autopeças e vários outros segmentos que necessitam do processo de usinagem. "Essa complementação é importante por dois motivos: primeiro porque o alimentador oferece rapidez no processo de produção. Depois porque, com a alimentação automática, o operador fica livre para fazer outras atividades e dedicar-se mais ao controle e à qualidade da produção", frisou Antoniazzi.

Já no estande da Meggatech, fabricante de máquinas CNC de alta tecnologia, a IGM do Brasil lançou na Feimafe o alimentador Link 320. A exposição em conjunto do equipamento com os tornos Poly Gim, marca representada pela Meggatech, foi um indicativo de que a parceria iniciada no início de 2007 se prolongue no futuro. "A necessidade dessa parceria surgiu devido à dificuldade que tínhamos com alguns clientes que, além dos nossos equipamentos, precisavam também dos alimentadores. Então posso dizer que foi o próprio mercado que exigiu essa proximidade", ressaltou o diretor comercial da Meggatech, Eduardo Rodrigues.

No parque industrial brasileiro, há mais de 600 alimentadores de barras fabricados pela Iemca e comercializados pela IGM. São equipamentos que servem de suporte para tornos a cames e CNC de cabeçote fixo e móvel (tipo Suíço), aumentado a produtividade em pelo menos 30%. "A utilização dos alimentadores de barras evitam o contato manual do operário com as barras de aço utilizadas na fabricação das peças, tornando a produção mais rápida e segura", ressalta o diretor geral da IGM do Brasil, Rogério Fuzaro.
Conheça o site www.igmdobrasil.com.br e saiba mais sobre a empresa.
Tópicos:
  



Comentários