PSA Peugeot Citroën assina acordo científico com PUC do Rio de Janeiro

Parceria prevê pesquisas conjuntas na área de motores e biocombustíveis

A PSA Peugeot Citroën assinou na quarta-feira (27), um acordo com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) para a criação de uma parceria denominada OpenLab, que pesquisará assuntos relacionados à eficiência energética de motores e inovações tecnológicas na área de biocombustíveis. A parceria faz parte do projeto StelLab (Science Technologies Exploratory Lean Laboratory), criado pela companhia em 2010 com o objetivo de estruturar contatos entre parceiros científicos, coordenar os OpensLabs e criar uma rede de intercâmbio entre cientistas e especialistas do grupo. A missão é identificar e desenvolver as novas tecnologias e inovações de veículos para o futuro.
 
Pelo acordo, todos os estudos da PUC-Rio serão feitos nos três laboratórios de engenharia veicular (LEV), incluindo o novo Centro de Desenvolvimento em Energia e Veículos, que está em fase de construção no município de Duque da Caxias. Estes laboratórios estão vinculados ao Instituto de Energia da PUC-Rio (IEPUC) e ao seu Departamento de Engenharia Mecânica. Os projetos vão abranger o estudo da combustão, da estabilidade e adaptação dos motores a diferentes biocombustíveis. 
 
“Nossa equipe brasileira de pesquisa e desenvolvimento é referência mundial dentro do Grupo PSA Peugeot Citroën na área de biocombustível. Buscamos com essa parceria o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes e sustentáveis para motores e biocombustíveis na América Latina e fazer parte dessa grande rede que é o StelLab, mostra todo o nosso know-how e importância dentro do grupo” afirmou François Sigot, diretor de pesquisa, desenvolvimento e design da PSA Peugeot Citroën para a América Latina. 
 
Para o professor coordenador do projeto e diretor do IEPUC, Sergio Braga, o acordo confirma a excelência dos serviços prestados pela universidade. “Temos um corpo técnico top de linha na área, pronta para realizar todos os testes necessários para dar andamento às pesquisas. Além dos recursos humanos, no que diz respeito a equipamentos, estamos preparados para auxiliar a PSA Peugeot Citroën em todos os estudos necessários a respeito de biocombustíveis”, declarou. 
 
O laboratório de engenharia veicular (LEV) foi instituído em 2000 e inaugurado três anos depois. Para lá se transferiram as pesquisas nas áreas de motores e combustíveis da universidade. Suas instalações abrigam equipamentos para testes comuns aos veículos, como dinamômetros de chassis e motores, piloto robô, sistemas de análise de gases e uma moderna máquina de compressão rápida para estudos avançados da combustão. As novas unidades LEV2 e LEV3 em construção.
 
Estiveram presentes na cerimônia de assinatura do acordo de cooperação Jean Marc Finot, diretor de pesquisa e engenharia avançada da PSA Peugeot Citroën, Sylvain Allano, diretor científico e de tecnologias futuras, Francisco Ivern, vice-reitor da PUC-Rio e Sergio Bruni, vice-reitor para desenvolvimento, Sergio Braga, diretor do Instituto de Energia da PUC (IEPUC), Carlos Valois, diretor do departamento de engenharia mecânica do Centro Técnico Científico (CTC/PUC-Rio) e Ana Rosa Martins, do Instituto de Tecnologia da PUC-Rio (ITUC).
Tópicos:



Comentários