IST Sistemas lança o SolidWorks 2014 durante a Mercopar

IST Sistemas lança o SolidWorks 2014 durante a Mercopar

“Projetos sem limites”. Esse é o lema da nova versão que será lançada pela SolidWorks à sua linha de softwares CAD, ECAD, CAE, PDM e Documentação Técnica.
 
Lançado nos Estados Unidos na 2ª quinzena de setembro, o SolidWorks 2014 chegará ao mercado brasileiro, oficialmente, em outubro. 
 
A IST Sistemas, revenda autorizada com filiais em Caxias de Sul e São Leopoldo, escolheu a Mercopar para lançar, em primeira mão, a versão 2014 da nova linha de softwares da SolidWorks.
 
“Nada melhor que um evento do tamanho e importância da Mercopar para lançar o SolidWorks 2014. Os visitantes da feira poderão conhecer, além dos novos recursos incorporados, toda a linha de produtos que permitirão otimizar e integrar o trabalho das engenharias mecânica, elétrica e eletrônica”, explica o CEO da IST Sistemas, Antonio Álvaro Marzola.
 
Como parte da solução para desenvolvimento de produtos que abrange projeto, simulação, projetos sustentáveis, comunicação técnica e gerenciamento de dados, o SolidWorks 2014 potencializa projetos inovadores com ferramentas específicas que ajudam o usuário a trabalhar com mais eficiência e tomar as melhores decisões.
 
Além do lançamento do SolidWorks 2014, a IST Sistemas apresentará também, durante a Mercopar, a nova versão do software para usinagem e torneamento, SolidCAM e, com exclusividade, o software MetaCAM, o mais novo produto do seu portfólio para programação de máquinas de corte: puncionadeiras, corte a laser, corte a plasma, corte com jato d’Água e máquinas de dobra. Também integrado ao SolidWorks, o MetCAM também possui módulos de aproveitamento automático de chapas - Nesting, gestão de inventário patrimonial, avaliação, controle de produção, programação, dobra, gestão de inventário de ferramentas e geradores de relatório.
 
Visite o estande da IST Sistemas na Rua V, nº 642 para conferir essas e muitas outras atrações que permitirão integrar todo o processo produtivo de sua empresa.
 
Tópicos:



Comentários