Lakshmi Mittal deve realizar mais aquisições de grande porte

Fonte: Sinaferr - 20/06/07

O bilionário Lakshmi Mittal disse que não descarta a realização de mais aquisições "de grande porte" para a Arcelor Mittal, num momento em que a siderúrgica tenta fortalecer sua posição como a maior do setor em todo o mundo. "Com relação a aquisições de grande e pequeno porte, se a oportunidade aparecer, nós poderemos lidar com qualquer situação e nós também buscaremos esse tipo de oportunidade", afirmou Mittal, principal executivo da empresa, durante assembléia de acionistas realizada ontem em Amsterdã, na Holanda. A companhia está buscando oportunidades nos setores de "mineração, distribuição e vendas".

As fusões no setor siderúrgico estão se acelerando num momento em que as maiores produtoras tentam reduzir seus gastos, à medida que os preços de matérias-primas, como o minério de ferro, sobem. Um total de 129 transações, avaliadas em US$ 24,8 bilhões, foram realizadas este ano, segundo dados compilados pela "Bloomberg News", comparativamente a 241 transações concluídas no ano passado e avaliadas em US$ 82,3 bilhões.

A Mittal Steel Co. comprou a Arcelor, sediada em Luxemburgo, no ano passado por US$ 38,3 bilhões para criar uma produtora três vezes maior do que sua concorrente mais próxima. As ações da Arcelor Mittal haviam recuado US$ 0,56, ou 0,9%, passando a valer US$ 61,44 em meados do dia de ontem, em Nova York, o que atribui à companhia valor de mercado de US$ 85,5 bilhões. Seus papéis se valorizaram 46% este ano.

A empresa prevê realizar uma economia da ordem de US$ 830 milhões no primeiro trimestre deste ano e de até US$ 1,6 bilhão em 2008, informou Mittal. O mercado siderúrgico dos Estados Unidos provavelmente melhorará no segundo semestre deste ano, acrescentou.

Mittal disse que provavelmente não realizará aquisições nos Estados Unidos e na Europa e que a companhia pretende aumentar a presença na China por meio de parcerias, onde detém uma participação de mercado de 2,5%. A Arcelor Mittal, com 320 mil funcionários em 60 países, produziu cerca de 118 milhões de toneladas de aço em 2006, segundo o órgão londrino Iron and Steel Statistics Bureau. A Nippon Steel Corp., sediada em Tóquio e a segunda maior siderúrgica mundial, produziu 34 milhões de toneladas no ano passado.

A Mittal recusou-se a fazer comentários sobre a possibilidade de elevar sua oferta pelo restante das ações da Arcelor que estão nas mãos de acionistas. Os papéis respondem por cerca de 6% do capital da Arcelor. A Mittal Steel ofereceu oito ações da nova Arcelor Mittal para cada sete papéis da Arcelor, proposta que alguns investidores consideraram inferior ao valor de mercado.



Comentários