Fornecedora de aço do setor prevê crescimento no segundo semestre

Mesmo prevendo uma queda no mercado nos próximos meses, a Aços F. Sacchelli pretende cumprir a meta de crescer 15% em 2013.

Depois de fechar o primeiro semestre com crescimento de 18%, a Aços F. Sacchelli confirmou que manterá a meta de crescer 15% em 2013. De acordo com Wagner Sacchelli, superintendente da empresa, essa previsão será mantida ainda que a companhia tenha superado esse número nos primeiros meses do ano. “Ocorre que estamos prevendo uma queda no mercado no segundo semestre, porém o resultado consolidado do ano certamente atingirá nossa projeção”, enfatiza o dirigente.
 
Entre os segmentos atendidos pela distribuidora, Sacchelli informa que o maior crescimento foi observado nos setores de máquinas e equipamentos, seguidos pelo de tratores (setor agrícola) e óleo e gás. “Atuamos no fornecimento de aços especiais em diversos setores, desde energia de uma forma geral, até indústria automobilística, caminhões, montadoras, sucroalcooleira, máquinas e equipamentos, entre outros. Embora estejamos investindo mais fortemente com foco na área de petróleo e gás natural, já projetando o desempenho de 2015 e 2016, continuamos atuando nos demais segmentos”, explica o empresário.
 
A empresa também confirmou os investimentos previstos para o período. Segundo o empresário, cerca de R$ 42 milhões estão sendo investidos até o final deste ano. Grande parte deste investimento foi alocado na compra de novas máquinas que duplicaram a capacidade de corte e movimentação de aço na matriz, em Guarulhos, e na ampliação da área coberta para armazenagem de produtos no Centro de Distribuição de Jacareí.
 
Além dos investimentos realizados na matriz e em Jacareí, uma nova unidade voltada para o setor de óleo e gás foi a que recebeu maior atenção. “Nossos investimentos nessa fábrica vão desde a compra do prédio, adquirido por R$ 9 milhões, em infraestrutura e na aquisição de máquinas que são praticamente 100% nacionais, apenas um equipamento sem similar nacional é importado”, afirma o dirigente.
 
Com inauguração prevista para Outubro deste ano, a nova unidade, na Vila Prudente, em São Paulo, terá recebido investimentos feitos nos últimos quatro anos que ultrapassarão a casa dos R$ 50 milhões, informa o executivo. “Nosso projeto para essa área é, nos próximos anos, dobrar de tamanho. Não tenho dúvidas que, diante dos novos leilões que estão por vir, vamos atingir esse objetivo” conclui Wagner Sacchelli.



Comentários