Volvo cria sistema híbrido de volante inercial para carros de estrada

Marca prevê que sistema possa melhorar o consumo de combustível em 25%.

A Volvo revelou um novo sistema híbrido de volante inercial para os seus carros que afirma melhorar o consumo de combustível em 25%. A marca testou o sistema em estradas públicas e confirmou que é uma solução eficiente.

"Os resultados mostram que esta tecnologia combinada com um motor turbo de quatro cilindros tem o potencial para reduzir o consumo de combustível em até 25% em comparação com um motor turbo de seis cilindros com um nível de desempenho comparável. Dando ao condutor 80 cavalos de potência extra, faz um carro com um motor de quatro cilindros acelerar como um com uma unidade de seis cilindros", revelou o diretor de engenharia da Volvo, Derek Crabb.
 
A unidade Volvo utiliza um sistema de recuperação de energia cinética do volante inercial no eixo traseiro. Na travagem, o motor de combustão interna que aciona as rodas dianteiras desliga e o volante inercial gira até às 60.000 rpm. Quando o carro começa a mover-se novamente a inércia é transferida para as rodas traseiras e o motor arranca de novo.
 
O volante inercial é feito de fibra de carbono e pesa cerca de 6 kg com 20cm de diâmetro. O volante gira no vácuo para minimizar a fricção. E ele não é suficiente para conduzir o carro em distâncias significativas como um híbrido com bateria poderia, mas fornece energia suficiente para que o carro arranque sem usar o motor. Isso economiza o combustível normalmente utilizado para acelerar o carro. Por essa razão, o sistema é mais vantajoso na condução em cidade devido às constantes paragens e arranques.
 
O sistema também oferece grandes vantagens em termos de desempenho. O carro de teste S60 com um motor de quatro cilindros e o volante inercial híbrido conseguia acelerar até aos 100km/h em 5.5 segundos, o que é 0,4 segundos mais rápido do que um S60 T6.
 
Confira a animação criada pela Volvo sobre o sistema:
 



Comentários