Produção mundial de aço cresce para 135 milhões de toneladas em 2012

Produção mundial de aço cresce para 135 milhões de toneladas em 2012

 

A produção mundial de aço em março cresceu 1%, para 135 milhões de toneladas, puxada pela China, na comparação com mesmo mês de 2012, informou na manhã desta segunda-feira (22) a World Steel Association (WSA), entidade internacional do setor sediada em Bruxelas, na Bélgica.
 
O volume fabricado pelas usinas chinesas atingiu 66,3 milhões de toneladas, correspondendo a aumento de 6,6% em relação a um ano atrás e ficou no mesmo patamar de fevereiro. A China é responsável por quase metade da produção e consumo de aço no mundo.        
 
A utilização da capacidade instalada de aço bruto da indústria, de acordo com a WSA, nos 63 países que reportaram informações, foi de 79,4% em março, ligeiramente abaixo de fevereiro, porém 2,1 pontos percentuais inferiores ao registrado no mesmo mês do ano passado.         
 
No trimestre, o montante de aço fabricado no mundo foi 2,3% superior ao de igual mês de 2012, com 388,7 milhões de toneladas. Já na região asiática, com China, Japão e Coreia do Sul à frente, atingiu 259,8 milhões de toneladas, que foi 6,4% maior que há um ano.
 
A União Europeia teve queda de 6,6% em março, na comparação anual, e de 5,4% no trimestre, frente ao mesmo período de 2012. A siderurgia americana, conforme a WSA, seguiu a mesma rota de declínio, com retração de 8,4% e 7,6%, respectivamente.
 
O Brasil, maior produtor da America Latina, de acordo com o divulgado na quinta-feira (18), mostrou queda em março. O volume recuou 7,6%, para 2,9 milhões de toneladas, no período.
 
Por Ivo Ribeiro/ Valor Econômico



Comentários