Programa mapeia possíveis fornecedores para a indústria oceânica

Serão pesquisados os setores metalmecânico, eletroeletrônico e de polímeros

Acaba de ser lançado um projeto de mapeamento de potenciais fornecedores para a indústria oceânica no Rio Grande do Sul. A Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Federação das Indústrias do Estado (Fiergs) centrarão esforços em cem empresas dos setores metalmecânico, eletroeletrônico e de polímeros.

O projeto visa conhecer processos produtivos, tecnologias e capacidades das empresas que tenham interesse em entrar na cadeia de fornecimento da indústria naval, petróleo e gás. A ideia é criar uma base de dados para facilitar o intercâmbio de empresas-âncoras da indústria oceânica com outras entrantes no mercado.
 
Com duração de um ano, o levantamento tem como critérios para escolha de empresas a verificação de que há interesse em ingressar na cadeia de fornecimento de petróleo, gás e naval e faturamento entre R$ 16 milhões e R$ 300 milhões, além de pertencer aos setores especificados.
 
Interessados podem entrar em contato com a equipe do programa RS Indústria Oceânica da AGDI ou com o Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore (CCPGE) da Fiergs:
 
· Na AGDI, ligar para (51) 3079-7074 ou enviar e-mail para rodrigo-rocha@agdi.rs.gov.br
· Na Fiergs, ligar para (51) 3347-8846 ou enviar e-mail para ccpge@fiergs.org.br
 
Tópicos:



Comentários