Ciser lança revestimento baseado em nanotecnologia

Empresa terá exclusividade na exploração do sistema desenvolvido nos Estados Unidos

 

Depois de três anos de extenso trabalho de pesquisa e análise de mercado, a Ciser Parafusos e Porcas, de Joinville (SC), comercializa, a partir deste mês, um sistema de revestimento nanocerâmico, com tecnologia desenvolvida nos Estados Unidos. O revestimento, amigável ao meio ambiente e isento de metais pesados, quando aplicado, resulta em um acabamento superficial de alta performance contra a corrosão, por meio do uso de filmes finos cerâmicos.
 
O novo sistema, que não gera resíduos tóxicos, pode ser utilizado sobre diversos materiais metálicos e não-metálicos, permitindo o controle  preciso de coeficiente de atrito nos processos industriais, além de conferir estética superior a dos recobrimentos similares existentes, com alta capacidade de resistência à corrosão e abrasão.
 
Segundo a empresa, o revestimento, com o nome comercial de NanoMate, pode ser usado em uma gama enorme de aplicações – desde simples fechaduras a refrigeradores, fogões, metais sanitários, partes e peças metálicas complexas estampadas para a indústria automotiva e vidros, entre outras.
 
À frente do projeto, o gerente de Negócios e Tecnologia, Guido Ganassali, adianta que alguns alvos dessa inovação são os setores automotivo, aeronáutico, construção civil, eletroeletrônicos e náutico –  todos aqueles em que haja demanda e requisitos como alta resistência à corrosão e à abrasão, além do aspecto visual. A empresa lançará, em breve, linhas de elementos de fixação ecologicamente mais corretos, com o novo sistema de revestimento.
 
Ganassali ressalta que sistemas baseados em nanotecnologia são cada vez mais utilizados por indústrias de ponta, nos mais variados campos, para o tratamento avançado de superfícies.
 
Em abril, a Ciser iniciará as operações da unidade de tratamento NanoMate, em planta sediada na cidade de Joinville, atendendo as demandas das linhas de fixadores da própria empresa, além de prestar serviços de aplicações para terceiros em peças variadas. 
 
Como funciona a aplicação
A aplicação de revestimentos com materiais em escalas nanométricas utiliza processos industriais avançados, com máquinas e equipamentos especialmente dimensionados para essa finalidade. A aplicação dos químicos se dá na forma de deposição mecânica ou por imersão, depois de uma adequada preparação da superfície. A cura desses produtos é feita por intermédio de aquecimento em temperaturas precisamente controladas em cada zona de aquecimento e resfriamento. “A Ciser está preparada para fornecer e prestar assessoria técnica aos clientes,  em todas as fases do processo, o que inclui, além dos químicos, máquinas, equipamentos e engenharia”, reforça o gerente Guido Ganassali.



Comentários