Novo diretor geral da Okuma no Brasil acredita em crescimento em 2013

Novo diretor geral da Okuma no Brasil acredita em crescimento em 2013

A Okuma Latino Americana, fabricante de máquinas operatrizes, subsidiária da Okuma Corporation, tem um novo diretor geral,  Mohseen Hatia. O executivo substitui Alcino Bastos, que atuou por 12 anos na posição. Embora saiba dos desafios, Hatia espera crescimento do mercado de máquinas em 2013, porém afirma que esse crescimento só será acentuado "se houver um foco  na desoneração dos meios produtivos do país". 

Para o novo diretor, o alto “custo Brasil” continua sendo o maior entrave da indústria de máquinas e equipamentos, que sofre com as importações. "Por outro lado, o aumento das alíquotas de importação de determinadas  máquinas poderá prejudicar ainda mais a competitividade de alguns setores da indústria", argumenta.
 
De acordo com Hatia, a solução para o problema está na "busca incessante do aumento da produtividade da industria associada ao esforço do governo em reduzir a inflação, melhorar a disponibilidade de mão de obra qualificada, infraestrutura  e colocar o cambio num patamar justo". Isso porque com o aumento da demanda de produtos industriais, cresce a busca por máquinas de alta tecnologia no Brasil. 
 
Entre os desafios do novo diretor, está o aumento de market share, mesmo com um quadro ainda incerto de investimentos industriais. "Estamos muito confiantes que 2013 será melhor que 2012 pois houve muitos projetos represados que poderão ser aprovados este ano, além da promessa de investimentos em infraestrutua e nos eventos esportivos de 2014 e 2016", afirma Hatia.
 
 



Comentários