Atualmente as maquinas ferramentas apresentam 5 subsistemas básicos, mudando um pouco de máquina para máquina porém mantendo suas características.

Obs.: Todos os links para animação mostrarão o subsistema em questão representado em um torno paralelo.

Subsistema de Suporte

É responsável pela sustenção de todos os orgãos da máquina. Ele é constituído pelos seguintes componentes: Apoios, barramento e guias. No caso do torno, a finalidade das guias é manter o alinhamento do movimento do cabeçote móvel e do carro longitudinal.

Visualizar o Subsistema de Suporte

 

Subsistema de Fixação da Peça

É responsável pela fixação, na máquina, da peça a ser usinada. É constituído pelo cabeçote móvel e placa.

Visualizar o Subsistema de Fixação da Peça

 

Subsistema de Fixação e Movimento da Ferramenta

Tem a função de fixar a ferramenta e realizar a sua movimentação em diferentes direções. No caso do torno, é composto pelo carro longitudinal, carro transversal, carro porta-ferramentas, torre de fixação das ferramentas, fuso e vara.

Visualizar o Subsistema de Fixação e Movimentação da Ferramenta

 

Subsistema de Avanço

Tem a finalidade de proporcionar o movimento automático da ferramenta e suas variações de velocidade. Seus principais componentes são as engrenagens da grade e as engrenagens no próprio variador de avanço.

Visualizar o Subsistema de Avanço

 

Subsistema de Acionamento Principal

A função deste subsistema é proporcionar o giro da peça com diferentes velocidades. Como principais constituintes temos o motor de acionamento, polias, correias, eixos e ngrenagens para transmissão de movimentos.

Visualizar o Subsistema de Acionamento Principal

 

Outros Subsistemas

Além desses existem outros subsistemas que cumprem funções específicas dependendo da necessidade de cada uma. Exemplos são o subsistema de emissão de fluido de corte e o subsistema de aparo do cavaco.

 

Visualizar toda a sequência de animação